Imagem apenas ilustrativa | Foto: Marcelo Piu Agência O Globo

Visando pôr fim nas “podas assassinas” no Rio de Janeiro, o Movimento Baía Viva entregou uma carta aos representantes da Fundação Parques e Jardins (FPJ) solicitando uma reunião com a Secretaria Municipal do Meio Ambiente do Rio de Janeiro (SMAC),com a Comlurb – Companhia Municipal de Limpeza Urbana da Cidade do Rio de Janeiro e com a FPJ.

O motivo do encontro é a entrega de uma petição online contra as “podas assassinas” de árvores, lançada pelo Movimento Baía Viva, com cerca de 10 mil assinaturas. Eles ainda estão aceitando assinaturas virtuais.

O Movimento pede que os cidadãos do Rio participem da campanha enviando para a Patrulha Ambiental, para o Ministério Público, ou para o WhatsApp (21) 993663100, fotos e vídeos de ocorrências de cortes ilegais de árvores, informando dia, hora e local onde ocorreu.

São chamados de “podas assassinas” os cortes ilegais de árvores, que acontecem frequentemente no Rio de Janeiro.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui