Foto: Tomaz Silva/ABr

De acordo com o presidente do Sindicato de Bares e Restaurantes (SindRio), Fernando Blower, o movimento nos bares e restaurantes do Rio de Janeiro se aproxima dos patamares pré-pandemia. Ele afirmou à “CNN” que o faturamento dos estabelecimentos já voltou “praticamente” ao normal.

O setor de bares e restaurantes passa por uma retomada gradual e constante. Em muitas regiões as vendas se encontram apenas 20% menores do que era antes da pandemia, em 2019. Vale ressaltar que com o aumento da vacinação, esse número tende a aumentar”, disse.

Atualmente, o setor não possui nenhuma restrição de horário, podendo funcionar 24 horas por dia. No entanto, o distanciamento entre mesas ainda precisa ser cumprido.

Por isso, o prefeito Eduardo Paes liberou que os estabelecimentos utilizem áreas públicas da cidade para a instalação de mesas e cadeiras. Até as vagas de estacionamento podem agora ser aproveitadas para a acomodação de clientes, desde que com autorização prévia da CET-Rio. Por se tratar de área aberta, acredita-se que o protocolo diminui o contágio da Covid-19.

O epidemiologista da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), Diego Xavier, afirmou à “CNN” que, com fiscalização, a medida pode ser importante: “Ocupar as vagas de estacionamento, como é um lugar aberto, reduz o contágio de coronavírus. Utilizar essas áreas livres pode ser uma alternativa vantajosa, mas também não podemos abarrotar as pessoas em um espaço aberto, porque se faz aglomeração do mesmo jeito”.

1 COMENTÁRIO

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui