Nesta segunda-feira, 25/05, o Ministério Público do Trabalho no Rio de Janeiro pediu que a Justiça condene a churrascaria Fogo de Chão em R$ 70 milhões por ter feito uma demissão em massa de trabalhadores durante a pandemia causada pelo Coronavírus.

De acordo com a ação, a Churrascaria dispensou coletivamente 690 empregados, sem pagamentos de justa causa ou verbas rescisórias. Essa informação foi dada, com exclusividade, pelo DIÁRIO DO RIO, no último dia 14/05.

O DIÁRIO informou, ainda, que só no ponto de Botafogo, de frente para a baía de Guanabara, dos 82 funcionários, 73 foram demitidos.



Toda manhã o resumo do Rio de Janeiro

2 COMENTÁRIOS

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui