MPF e Prefeitura do Rio assinam termo para incentivar turismo na ‘Pequena África’

O local é uma memória do período de escravidão no Brasil e um palco para a luta antirracista

Foto: Tomaz Silva

Na última sexta-feira, (03/06), o Ministério Público Federal (MPF) e a Prefeitura do Rio assinaram um termo de cooperação para estimular o turismo na “Pequena África”, na Zona Portuária, nos bairros da Gamboa, Saúde e Santo Cristo.

Museu da História e Cultura Afro-Brasileira (MUHCAB), na Gamboa, marcou o lançamento do “Guia Turístico Cultural e Gastronômico da Pequena África”.

O procurador da República, Jaime Mitropoulos, alegou que é um compromisso garantir que o capital cultural gerado na região beneficie todos que habitam o território. “Este guia cultural, lançado hoje, é o primeiro resultado desse acordo, e vem para consolidar aquilo que é feito pelos trabalhadores da cultura afro-brasileira”, afirmou.

Bruno Franco, vice-presidente do Conselho Municipal de Direitos do Negro (Comdedine) e Jorge Freire, representante da Coordenadoria Executiva de Promoção da Igualdade Racial (Cepir), ressaltam que a “Pequena África” é um local que deve ser preservado, como de luta antirracista e de memória do período da escravidão no Brasil

Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui