A Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) recebeu, na tarde desta quarta-feira (27/05), comunicado do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro fazendo cumprir a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) de colocar no exercício dos mandatos os cinco deputados afastados.

Com a decisão, retornam à Alerj os deputados André Corrêa, Marcos Abrahão, Luiz Martins, Chiquinho da Mangueira e Marcus Vinicius Neskau, presos na Operação Furna da Onça.

Os suplentes, Capitão Nelson (Avante), Carlo Caiado (DEM), Paulo Bagueira (SDD), Sérgio Fernandes (PDT) e Sérgio Louback (PSC), que estavam ocupando as cadeira, deixarão os cargos.

Empossado em abril de 2019, o deputado Carlo Caiado (DEM) falou sobre a recepção que teve ao chegar à Casa.

“Decisão judicial cumpre-se. Meus sinceros agradecimentos a todos os deputados, fui recebido de portas abertas por deputados de centro, direita esquerda, todos, mesmo chegando já com alguns meses de mandato”, afirmou.

Com isso, Caiado volta à Câmara dos Vereadores do Rio de Janeiro. Em seu lugar, nesse período, estava Matheus Floriano.

O deputado Sérgio Fernandes (PDT) também agradeceu os colegas de todos os partidos. “Cheguei nesta Casa para ter uma experiência incrível, no meu primeiro mandato e sem qualquer experiência legislativa. Tive a oportunidade de aprender e dialogar muito“.



Siga nossas redes e assine nossa newsletter, de graça

Jornalismo sério, voltado ao Rio de Janeiro. Com sua redação e colunistas, o DIÁRIO DO RIO trabalha para sempre levar o melhor conteúdo para os leitores do site, espectadores dos nossos programas audiovisuais e ouvintes dos nossos podcasts. O jornal 100% carioca faz a diferença.

2 COMENTÁRIOS

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui