Praia de Copacabana

Segundo dados do Instituto Estadual do Ambiente (Inea), divulgados nesta terça-feira, 14/01, diversas praias da cidade do Rio de Janeiro estão impróprias para o banho. Na Zona Sul a situação é mais crítica. A Zona Oeste também sofre.



Siga nossas redes e assine nossa newsletter, de graça

Jornalismo sério, voltado ao Rio de Janeiro. Com sua redação e colunistas, o DIÁRIO DO RIO trabalha para sempre levar o melhor conteúdo para os leitores do site, espectadores dos nossos programas audiovisuais e ouvintes dos nossos podcasts. O jornal 100% carioca faz a diferença.

As medições das condições de banho das praias do Rio são realizadas duas vezes na semana: às segundas e quintas-feiras. A qualidade das águas é o principal critério avaliado. O Inea informou que as chuvas dificultaram o escoamento das águas e isso deixou as águas impróprias para o banho.

Praias impróprias para o banho de acordo com o Inea
São Conrado
Praia do Pepino
Joatinga
Vidigal
Leblon
Ipanema
Arpoador
Leme
Urca
Botafogo
Flamengo
Copacabana nas seguintes alturas: em frente à Rua Souza Lima, em frente à Rua Santa Clara, em frente à Rua República do Peru

Na Zona Oeste
Barra de Guaratiba
Praia da Barra – Quebra-Mar – Em frente à Rua Sargento João de Faria Imprópria
Pontal de Sernambetiba

Estão liberadas para banho as seguintes praias na Zona Sul:
Praia Vermelha
Praia do Diabo
Copacabana, na altura da rua Francisco Otaviano

Na Zona Oeste da cidade estão liberadas para o banho
Recreio
Prainha
Grumari
Boa parte da Praia da Barra.

1 COMENTÁRIO

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui