Mulher é presa por vender a filha por R$ 200 em São Pedro da Aldeia, no RJ — Foto: Divulgação/Polícia Civil

Uma mulher foi presa em São Pedro da Aldeia, na Região dos Lagos do Rio, nesta terça-feira (27) por ter vendido a própria filha por R$ 200. De acordo com a polícia civil, a mulher confessou que vendeu a criança e o dinheiro teria sido usado para comprar drogas. Segundo os agentes, o pagamento ainda foi feito de forma parcelada.

A polícia informou que a mulher presa tem 10 filhos. Ela foi detida por agentes da 125ª DP, na localidade de Três Vendas e foi encaminhada para o sistema prisional na capital.

A criança é uma menina e foi vendida quando tinha cerca de um mês de idade, em abril de 2020, para um casal que mora em Saquarema. Ainda no ano passado, ela foi resgatada pelo Conselho Tutelar e ficou sob os cuidados da Justiça.

A mãe foi presa neste ano depois que um mandado de prisão preventiva foi expedido pela Justiça por prometer ou efetivar a entrega de filho a terceiro, mediante pagamento ou recompensa, crime previsto no Artigo 238 do Estatuto da Criança e do Adolescente.

A mulher que comprou foi ouvida pela polícia na época do resgate da criança e vai responder em liberdade como coautora do crime.

1 COMENTÁRIO

  1. Se eu estiver errado me corrijam, mas ñ seria o caso de esterilizar essas mulheres q se trocam por drogas e ao engravidar fazem o mesmo com os filhos, q provavelmente são de drogados.
    Já é difícil fazer com q abandonem as drogas, exige mto tratamento e força de vontade, com filhos então.
    Vamos deixar de hipocrisias e falso moralismo, as religiões permite q te isso aconteça, e depois ficam pedindo ajuda prá ajudar as pessoas.
    Igrejas ñ fazem dinheiro, pedem ajuda extra – dízimo.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui