Foto: - Divulgação/Prefeitura

A mulheres que utilizem a Assistência Social do Rio poderão se inscrever em um curso de empreendedorismo oferecido pelo programa Gerdau Transforma. O público-alvo é de mulheres com mais de 18 anos, inscritas no CadÚnico (cadastro único do governo federal que dá acesso a programas sociais) e atendidas pela Secretaria Municipal de Assistência Social (SMAS).

Das 600 vagas oferecidas, mais da metade (336) já foi preenchida e restam 264. As inscrições vão até dia 21/07. As aulas serão de 19/07 a 23/07, sempre às 19h, com transmissão via Youtube. A capacitação é dividida em cinco módulos que somam 20 horas (cinco dias, duas horas por dia). Ao final, os participantes participam de processo seletivo para incubação. Quem é selecionado ganha consultoria gratuita de 90 dias, também de forma online. As inscrições podem ser feitas site.

“O empreendedorismo é um dos principais caminhos para a reinserção social”, afirma a secretária Laura Carneiro.

A formação é uma parceria da Assistência Social com a Gerdau e a Besouro Agência de Fomento, cuja metodologia adapta o modelo tradicional de plano de negócios para pequenos negócios, permitindo sua conclusão em cinco dias. Segunda turma da parceria, o Mulheres Empreendedoras tem conteúdo parecido com a primeira, que foi mista, mas focado em questões de gênero, jornada de trabalho da mulher e a importância da escolha de negócios inovadores.

Os alunos recebem apostila e têm acesso à matriz de negócios e material que estimula o pensamento lógico e a percepção visual de problemas e soluções. Cada módulo tem um nome: Tirando um sonho do papel (1), Dando forma ao negócio (2), Marketing de A a Z (3), Planejando o futuro (4) e Colocando em prática (5).

A capacitação da Gerdau Transforma já impactou a vida de sete mil alunos e foi divulgado para o público usuário da Assistência Social por meio dos Centros de Referência (Cras) e Centros de Referência Especializados (Creas). A primeira turma da parceria contou com 324 inscritos, com grande maioria composta de mulheres (79%), e pessoas na faixa de 30 a 59 anos (63%). Vinte e um por cento (93%) eram homens, e 31% jovens entre 18 a 29 anos, e apenas 6% com mais de 60 anos.

Costa do mar, do Rio, Carioca, da Zona Sul à Oeste, litorânea e pisciana. Como peixe nos meandros da cidade, circulante, aspirante à justiça - advogada, engajada, jornalista aspirante. Do tantã das avenidas, dos blocos de carnaval à força de transformação da política acreditando na informação como salvaguarda de um novo tempo: sonhadora ansiosa por fazer-valer!

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui