Foto: Maurício Bazilio

Dez municípios da Região Metropolitana do Estado do Rio suspenderam a aplicação da segunda dose da CoronaVac devido à falta do imunizante nesta quarta-feira (12/05). O governo do Estado deve receber e distribuir um novo lote até quinta-feira (13/05) e enviar para as prefeituras, mas ainda não se sabe a quantidade de doses que será delimitada para o Rio.

Na capital, o cenário não é muito diferente, o estoque do imunizante também está acabando e a vacinação pode ser interrompida até a próxima quinta-feria (13/05), caso não ocorram novas remessas. Os municípios que interromperam a vacinação da segunda dose da CoronaVac são: Niterói, São Gonçalo, Nova Iguaçu, São João de Meriti, Japeri, Nilópolis, Itaboraí, Guapimirim, Mesquita e Magé. Em Nilópolis, a vacinação com a segunda dose da CoronaVac está suspensa desde o dia 03/05.

A recomendação para aplicação da segunda dose da CoronaVac é de até 28 dias após a primeira dose. Com isso, a falta da vacina pode acarretar problemas na imunização de pessoas que estejam chegando próximo ao período da aplicação da segunda dose.

O Instituto Butantan afirmou, em nota, que enviou na manhã desta quarta-feira (12/05) uma nova remessa com 1 milhão de doses para o governo federal. No total, foram entregues 46,112 milhões de doses ao Programa Nacional de Imunização (PNI). A previsão é de que na sexta (14/05), mais 1,1 milhão de vacinas sejam disponibilizadas.

Costa do mar, do Rio, Carioca, da Zona Sul à Oeste, litorânea e pisciana. Como peixe nos meandros da cidade, circulante, aspirante à justiça - advogada, engajada, jornalista aspirante. Do tantã das avenidas, dos blocos de carnaval à força de transformação da política acreditando na informação como salvaguarda de um novo tempo: sonhadora ansiosa por fazer-valer!

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui