Foto: Roberto Anderson

O Museu de Arte Moderna (MAM) irá reabrir no dia 12 de setembro, após quase seis meses de portas fechadas. O retorno terá várias novidades: cuidadoso protocolo de segurança, novas exposições, novos horários e nova forma de interagir com o museu – sem cobrança obrigatória de ingresso.

O MAM agora tem um novo site de venda online. Você já pode fazer a reserva dos seus ingressos no seu horário de preferência para conhecer as exposições ou participar de experiências especiais como as Visitas Petrobras e os Percursos do MAM. Ao reservar o seu ingresso, você vai encontrar valores de contribuição sugerida, entre eles a opção do ingresso gratuito. Com isso, o museu oferece a opção de pagar o valor sugerido, contribuir com outro valor ou entrar de graça. O convite à colaboração espontânea é uma nova forma de apoiar o museu como quiser ou puder.

O MAM Rio implantou uma nova rotina de sanitização com o uso obrigatório de máscaras para acesso ao museu, controle de temperatura dos visitantes, disponibilização de álcool em gel ao público e a reserva online para o controle do fluxo de visitantes. Tudo isso visando a segurança dos visitantes e colaboradores.

O museu reabre com as exposições Irmãos Campana – 35 Revoluções, Wanda Pimentel e a nova Campos Interpostos, as duas últimas com a curadoria de Fernando Cocchiarale e Fernanda Lopes. Reunindo cerca de 70 obras do acervo do museu carioca, de vertentes variadas, Campos Interpostos investiga artistas que se interessaram pela representação de fachadas, espaços ou áreas arquitetônicas frontais. Haverá ainda o Programa Intervenções | Noite de Abertura – Thiago Rocha Pitta, POÇA/POSSA – Ana Paula Oliveira e as de acervo coletivas Alucinações à Beira-Mar e Canção Enigmática: relações entre arte e som nas coleções MAM Rio.



Siga nossas redes e assine nossa newsletter, de graça

Jornalismo sério, voltado ao Rio de Janeiro. Com sua redação e colunistas, o DIÁRIO DO RIO trabalha para sempre levar o melhor conteúdo para os leitores do site, espectadores dos nossos programas audiovisuais e ouvintes dos nossos podcasts. O jornal 100% carioca faz a diferença.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui