Foto: Divulgação

Localizado no centro histórico de Petrópolis, cidade da região serrana do estado do Rio de Janeiro, está o único museu das Américas dedicado exclusivamente à exposição de peças de porcelana de animais. O espaço abre de terça a sexta, das 11h às 16h, e sábado e domingo, das 10h às 17h.

O Museu de Porcelana de Petrópolis tem cerca de 1.500 peças feitas de animais em porcelana, pintadas à mão, que impressionam pela beleza e riqueza de detalhes. Entre as obras de artes estão as de fabricação alemã, de marcas de renome como Rosenthal, Hustchenreuther, Kar Ens, Meissen, mas também há itens de origem dinamarquesa, francesa, inglesa e de outros países europeus. O acervo data do final do século XIX até meados de 1950.

Além das porcelanas carregadas de história, muitas delas trazidas ao Brasil por imigrantes europeus, no início do século XX, outro atrativo para o visitante é o casarão em que o Museu está instalado que fica ao lado do Relógio das Flores. A casa tombada pertenceu à família do Marechal Rondon e mantém suas características originais até hoje.

De acordo com o colecionador Robert Bedran, responsável pelo Museu, a reunião das peças foi um trabalho de mais de 15 anos. “O acervo foi se consolidando por muito tempo, até que eu encontrasse o espaço ideal e desse andamento ao sonho de criar um museu, em Petrópolis, onde nasci e vivo, reunindo o meu amor pelos animais e pelas porcelanas”, afirmou.


SERVIÇO:


Museu De Porcelana De Petrópolis
Site: www.museudeporcelana.com.br
Endereço: Rua Barão de Amazonas, 88 – Centro, Petrópolis. RJ.
Telefone: 55 (24) 2235-5813
Facebook: www.facebook.com/museudeporcelana
Instagram: @museudeporcelana
Funcionamento: De terça a sexta, das 11h às 16:00h; sábado e domingo, das 10h às 17h
Valor promocional: R$ 15,00




carioca, estudante de Letras na UFRJ. Nascida numa segunda-feira de carnaval, se apaixonou muito cedo pela arte das Escolas de Samba. Moradora da Taquara, é Zona Oeste desde os onze anos; não dispensa um passeio pelo Centro, uma ida ao Parque de Madureira, uma volta pela Cidade das Artes ou qualquer outro evento que consiga ir. Gosta de teatro e música, às vezes se arrisca nessas áreas. Também é pseudônimo de Bárbara de Carvalho.

1 COMENTÁRIO

  1. DUAS ÓTIMAS NOTICIAS DADA PELO JPRNAL DIARIO DO RIO
    1. CASAS CASADAS RESTITUINDO A MEMÓRIA NACIONAL DO CINEMA
    C/UMA BIBLIOTECA. UM GRANDE INSTRUMENTO DE CONHECIMENTO/FORMAÇÃO/ESPAÇO
    CULTURAL TÃO NECESSÁRIO NO RJANEIRO
    2. MUSEU DE PORCELANA DE PETROPOLIS COMPONDO UM ACERVO HISTÓRICO CULTURAL

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui