Fachada Museu do Samba (Foto: Diego Mendes)

O Museu do Samba está com inscrições abertas para o Festival do Partido Alto, que vai selecionar sambas inéditos de uma das mais tradicionais matrizes deste gênero musical. Serão oferecidas premiações em dinheiro para o primeiro, segundo e terceiro colocados, além do Troféu Aniceto para o campeão.

O festival faz parte do projeto ‘Partido alto: renovação e tradição’, desenvolvido pelo Museu do Samba com apoio da Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro e da Secretaria Municipal de Cultura, por meio da Lei Municipal de Incentivo à Cultura – Lei do ISS.

As inscrições são gratuitas e podem ser feitas até 31 de julho. O candidato pode solicitar o regulamento e a ficha de inscrição pelo e-mail: festivalpartidoaltomuseu@gmail.com.

A final está marcada para 21 de agosto e terá seis concorrentes. O prêmio para o campeão é de R$ 1.500. O segundo lugar será premiado com R$ 1.000,00 e o terceiro com R$ 500. Todos os finalistas receberão uma placa pela participação e o primeiro colocado também leva para casa o Troféu Aniceto – nome que homenageia Aniceto do Império (1912-1993), fundador do Império Serrano e reconhecido como referência na arte de versar em partido alto.

O objetivo do festival é valorizar as matrizes do samba do Rio de Janeiro, seus compositores e intérpretes; é uma oportunidade para o surgimento de novos talentos e, ao mesmo tempo, uma maneira de difundir nossas raízes para as novas gerações”, afirma Nilcemar Nogueira, fundadora do Museu do Samba.

Como participar

As composições devem ser gravadas em arquivo no formato MP3 e enviadas para o e-mail festivalpartidoaltomuseu@gmail.com, junto com a ficha de inscrição e a letra do samba digitada, ambas em arquivo no formato PDF.

Os autores também podem se inscrever pelos Correios, enviando Sedex com Aviso de Recebimento para o endereço do Museu do Samba: Rua Visconde de Niterói, 1296 – Mangueira – Rio de Janeiro – RJ – CEP 20943-001. Neste caso, o candidato deve enviar a composição em um pen drive, mais seis cópias da letra (impressas em papel A4) e a ficha de inscrição.

Podem se inscrever brasileiros (natos ou naturalizados) com idade a partir de 18 anos. Serão aceitos até dois sambas de mesma autoria, que poderão ter um ou mais compositores. A única exigência é que o partido alto concorrente tenha letra e música inéditas e originais. A seleção será feita por um júri organizado pelo museu, formado por sambistas de reconhecida importância no cenário cultural.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui