Na orla do Rio, motos e bicicletas elétricas causam pânico aos usuários das ciclovias

Usuários das ciclovias e ciclofaixas reclamam de altas velocidade, manobras perigosas e desrespeitos diversos por parte dos condutores

Motos e bicicletas elétrica transitam em lata velocidade pela orla do Rio / Foto: Fernando Lemos Fernando Lemos

Uma simples caminhada pela orla do Rio de Janeiro pode representar um risco considerável de sofrer um acidente, segundo relatos de pedestres que usam as ciclovias e ciclofaixas da cidade. Não são poucos os condutores de motos e bicicletas elétricas que circulam em alta velocidade nessas vias, fazendo da vida dos cariocas que se exercitam todos os dias um verdadeiro terror.

As irregularidades, segundo reportagem da BandNews atingem todos os bairros. Desde as praia de Copacabana, na Zona Sul, passando pela praia da Barra da Tijuca, na Zona Oeste. Na Lagoa Rodrigo de Freitas, na Zona Sul, os usuários das ciclovias também relatam desrespeitos.

O Código de Trânsito Brasileiro (CTB) define motos elétricas como ciclomotores, portanto não podem trafegar em ciclovias e ciclofaixas. Pelo CTB bicicletas elétricas estão permitidas nessas vias, desde sejam de um modelo com velocidade máxima de até 25 km/h, potência de até 350w e que não possuam acelerador. Um decreto municipal define 20 km/h, como velocidade máxima permitida nas ciclovias, assim como para as bicicletas comuns.

Ciclomotor, segundo o CT, é todo veículo de duas ou três rodas, com motor de combustão interna, de cilindrada até no máximo 50cm³ ou de motor elétrico com potência de até 4 kW e com velocidade máxima de fabricação de até 50 km/h.

Advertisement

14 COMENTÁRIOS

  1. Na realidade ninguém respeita mais nada. Aqui no Flamengo é comum motoqueiros de delivery andando na contramão da senador Vergueiro e da Marques de Abrantes. É o pior, é por cima da calçada mesmo!!! Basta dar um rolê a partir das 20h nas principais ruas do Bairro…Zona total..

  2. Uma ciclovia é um espaço destinado especificamente para a circulação de pessoas utilizando bicicletas. Há vários tipos de ciclovia, dependendo da segregação entre ela e a via de tráfego de automóveis!

    Qual a função da ciclovia?

    Uma ciclovia (ou pista ciclável) é um espaço destinado especificamente para a circulação de pessoas utilizando bicicletas.

    O que e ciclovia no trânsito?

    A Lei de Trânsito brasileira define, como ciclovia, a pista própria destinada à circulação de ciclos, separada fisicamente do tráfego comum.

    E proibido andar na ciclovia?

    PEDESTRES: Não se pode caminhar na ciclovia. REBOQUE: Ciclistas puxando skatistas com ajuda de guias é uma prática proibida tanto na ciclovia quanto na área de lazer.9 de mar. de 2013

    Quantos km pode andar na ciclovia?

    Aos usuários, ficou estabelecido o mesmo limite de velocidade de 20 km/h em ciclofaixas e ciclovias, além de 40 km/h nas vias em geral, e os mesmos equipamentos obrigatórios exigidos pelo Contran, e proibindo o uso do patinete por menores de 18 anos.8 de set. de 2021

    Boa noite

  3. Lugar de pedestre é na calçada e ponto final. Foi para a ciclovia ja assimo a responsabilidade de ser atropelado. Quer fazer exercícios, é so andar na areia oi na calçada. Cliclovia é para bicicleta que é um veículo igual carro e moto, não existe essa de compartilhar com oedestre. Sem contar que o Rio é um Estado largado, nenhuma lei funciona a não ser a do tráfico.

  4. A realidade é que tudo está um caos por todo o Estado do Rio de Janeiro. No trânsito é o ‘desestado’ da barbárie instalada. Ciclovias, ciclofaixas, ruas, avenidas, rodovias não há mais leis, regras, tudo se pode fazer nos individualismos que fortalecem. As calçadas praticamente desapareceram, pois ou estão ocupadas comercialmente, pelos ‘microempreendedores’ individuais desorganizados e irregulares ou viraram vias complementares para o trânsito de bicicletas, motocicletas, patinetes e tudo o que se locomova sem o uso dos pés. A crise, meus caros, é de educação, falta de respeito, ausência total de senso de coletividade às trevas de um Sistema que estimula a competição por tudo e sobre tudo.

  5. Há muitas calçadas em que não há espaço para ciclovias e elas estão lá mesmo assim. Por isso, vem escrito nelas que o espaço é compartilhado com os pedestres e que a preferência é dos pedestres. Os ciclistas têm que parar de dar uma de marginais e respeitar o resto das pessoas. Obrigado.

  6. Vamos acabar com o mimimi? Ciclovia não é lugar de pedestre. O nome já diz: ciclovia. Por que ela foi criada? Para que as bicicletas não tivessem que andar nas calçadas. Aí vem o pedestre e anda a pé na ciclovia. Se eu quiser correr de bike na ciclovia a mais de 25Km/h não deveria haver problema. Lugar de pedestre é na calçada. O único momento em que poderia estar na ciclovia seria a hora de atravessar.

  7. Pedestres na ciclovia ou ciclofaixa ? O erro já começa aí.
    Patinetes ou Scooters motorizados não deveriam transitar nas ciclovias se os nobres policiais, se os mesmos não passassem o dia inteiro com a cara grudada no celular. Aqui no Recreio, arruaceiros de fds passam a todo instante na frente do posto do Recreio Presente e os mesmos não fazem nada, senão olhar o celular.

  8. Condutores de motos não devem andar nas ciclovias e condutores de bicicletas elétricas devem ter cuidado na ciclovia, contudo, pedestres não devem andar na ciclovia, mas sim na calçada.

    Todos estão errados.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui