Sem debates, provavelmente essa será a primeira eleição municipal do Rio em que terá apenas 1 debate entre os candidatos a Prefeito. De acordo com o jornalista Mauricio Stycer/UOL. Nesta terça-feira (6), duas emissoras, Record e CNN Brasil, confirmaram que desistiram de exibir debates. A razão dada é o número alto de candidatos, no Rio são 11, e as regras sanitárias impostas pela pandemia do COVID_19, e que equipe e candidatos ficariam com risco de pegar a doença

O SBT já tinha feito o anúncio no final de setembro. Enquanto a Globo tem uma condição praticamente inaceitável, a participação de apenas os 4 candidatos mais bem colocados na pesquisa Ibope ou Datafolha.

Há chances de debates pela Internet, já que pela regra eleitoral, e por não serem concessionários de serviços públicos, não precisam chamar todos os candidatos com ao menos 5 representantes no Congresso. Mas alguns dos principais candidatos se recusam.

10 COMENTÁRIOS

  1. Acho que seria ótimo um debate, para deixar frente a frente os candidatos, que exporiam suas propostas, assim como as mazelas de cada um. Como é normal, a rede Globo apoia sempre o pior candidato, lógico que, o melhor para ela, uma vez que esse lhe dará o dinheirinho que o governo federal se recusa a lhe dar, e, advinhem quem é…, ele mesmo, o nervosinho da lista da Odebrecht, Eduardo Paes.

  2. E por não ter debate, mais uma vez ficaremos mas mãos de “garotinhos”, Paes, Crivella e PT, já que o debate é a única chance dos outros candidados exporem suas ideias para quem não os conhece…
    Tudo bem que ficaremos livre de ouvir asneiras da Clarisse garotinho e da mula do PSOL q não lembro o nome, mas isso é muito prejudicial para o RJ que já está no caos.

    • E foi eleito o menos pior antes?
      Foi eleito o menos pior para Governador?
      Foram eleitos os menos piores para o Senado?
      Parece esquecer que o povo carioca e o fluminense são dois péssimos eleitores…

    • Dizer que “mais uma vez o menos pior será escolhido” é uma piada!!!
      Nem vou citar Freixo, contra quem não teve esquema de rachadinhas. Até o contrário. Denunciou quando chegou ao seu conhecimento a existência delas. Veja a entrevista para o historiador Marco Antonio Villa.
      Cito rm 2016 outro candidato: Alessandro Molon (Rede)… um combativo deputado, se não acompanha. SEM RACHADINHAS (crime de peculato) e relações criminosas com donos de empresas de transporte, milícia etc.

  3. Ótimo! Assim acaba com a mentirada. Eles pensam que o povo é bobo. Se o Eduardo paz fosse o Pinóquio o nariz dele não daria dentro do estúdio!

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui