‘Não sou mais a favor’, diz Freixo sobre legalização das drogas

Freixo sinalizou que quer evitar temas que possam dividir a sociedade brasileira

Foto: Vanessa Ataliba/Grupo Bandeirantes

Historicamente a favor da liberação das drogas no Brasil, o candidato ao governo do Rio de Janeiro Marcelo Freixo (PSB) afirmou nesta quarta-feira, em entrevista a TV Record, ser contra a legalização. Questionado na entrevista sobre o tema, Freixo disse ter revisto sua posição.

“Não. Não sou mais a favor (da legalização)”, declarou Freixo. Não acho que isso vai nos ajudar nesse momento no Brasil”.

O pessebista disse no início da resposta ser contra temas que “dividissem a sociedade brasileira” na atual conjuntura. Ao explicar sua nova posição, ele afirmou que nesse momento os esforços do governo devem ser na direção de investir em políticas sociais, de saúde e na polícia.

O que a gente precisa fazer é avançar em dois braços. Um é o braço efetivo da polícia, pra botar bandido na cadeia. Estou falando de miliciano, traficante e político corrupto também. E, mais do que isso, quero o braço social. Tem quer ter lugar com esporte, psicólogo, assistente, para a mãe poder levar o filho e permitir prosperidade, uma chance pra essa juventude”, prosseguiu o postulante ao Palácio Guanabara.

Freixo começa a campanha prometendo aumento do salário mínimo regional

Nesta terça-feira (16/08), teve início a campanha eleitoral. O candidato a governador do Rio de Janeiro Marcelo Freixo (PSB) visitou a Igreja Nossa Senhora da Penha, na Zona Norte da cidade, às 6h30. Acompanhado pela esposa, a escritora Antonia Pellegrino, Freixo destacou que a igreja é um símbolo da fé do povo do Rio de Janeiro, que apesar das dificuldades continua trabalhando duro em busca de uma vida melhor.

Começamos a campanha na Igreja da Penha para agradecer a oportunidade de disputar uma eleição tão importante e para pedir a Deus que nos proteja e ilumine a nossa caminhada. Nós vamos vencer essa eleição e botar o Rio de Janeiro de pé”, disse.

Freixo foi acompanhado pelo candidato ao senado André Ceciliano (PT). O ex-prefeito Cesar Maia (PSDB), vice na chapa majoritária, não pode comparecer por problemas na coluna.

Logo depois, Freixo esteve na Central do Brasil, onde conversou com trabalhadores e falou da proposta de aumentar o salário mínimo regional, congelado pelo governo do Estado desde 2018.

“A Central do Brasil é símbolo do povo trabalhador do Rio de Janeiro, gente que acorda cedo e batalha todos os dias em busca de uma vida melhor. Por isso, o meu primeiro ato como governador vai ser aumentar o salário mínimo regional para R$ 1.585. O nosso Estado é o único do Brasil onde o mínimo regional foi congelado. Essa foi uma medida de Witzel que foi mantida pelo atual governo. É um absurdo. Nós vamos cuidar das pessoas de bem para que todas as famílias possam viver com dignidade“, disse o candidato, referindo-se ao ex-governador Wilson Witzel, que sofreu impeachment em 2020 por desvios durante a pandemia.

Da Central do Brasil, Freixo foi de trem até o Calçadão de Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, um lugar famoso por suas lojas e galerias comerciais que fomentam a economia local. “Nós vamos acabar com o abandono da Baixada. Como deputado, destinei R$ 4 milhões em emendas para gerar desenvolvimento para as cidades da região. Como governador vamos fazer muito mais. É comida na mesa, emprego decente e paz para as famílias poderem trabalhar e prosperar”, declarou.

Marcelo Freixo, do PSB, é candidato da coligação “A vida vai melhorar”, que reúne PSB, PT, PCdoB, PSOL, PV, Rede, PSDB e Cidadania.

Advertisement

16 COMENTÁRIOS

  1. Me digam qual desses mentirosos merecem ser o governador do estado na verdade são todos iguais falam ,falam e não dizem nada. Votemos nos mais capazes e que realmente querem recuperar o estado em tudo , não sejamos iguais a esse embusteiro que nos governa hoje que veio por acaso ganhou a vaga de outro que errou pois deveria ficar onde estava antes teria sisdo melhor para todos nos , por isso voto em Freixo para ver no que da .

  2. O RJ não merece+ um mentiroso, sem caráter. Sempre foi a favor de tudo que não presta , agora vem com mais mentiras!
    Na verdade aqui no RJ não tem nenhum político Q preste , estamos sem opção já faz anos!!!

  3. Mas ele nunca foi a favor da legalização das drogas, o título da matéria induz ao erro (o que acontece em outros sites também). Freixo sempre defendeu a DESCRIMINALIZAÇÃO, são duas coisas bem diferentes. E ele reconhece que existem outras prioridades. E, convenhamos, a maioria não está pronta pra essa conversa. Percebo um amadurecimento e não um oportunismo, isso acontece em seus acusadores que enxergam uma oportunidade pra ataca-lo mais uma vez. Freixo sempre foi ficha limpa e é um injustiçado. Sempre distorceram suas ideias e falas, espalhando mentiras que fazem que ele tenha um grande índice de rejeição por parte do eleitorado carioca, majoritariamente conservador e agora, reacionário.

  4. Este sujeitinho de SÃO GONÇALO é um tremendo mau-caráter: até os maconheiros e viciados em crack – drogas que ele defendia a liberação geral – ele está traindo!. Não dá nem pra imaginar uma merda dessa mandando no nosso Estado!. Este sujeito não tem competência nem caráter pra administrar nem um boteco de bêbados!.
    Fora comunistas malditos: lixo de qualquer sociedade!.

  5. como pode um cara que sempre carregou uma bandeira de ser a favor das drogas, de não acreditar em Deus mudar da noite pro dia? Alguém ainda aposta que esse cara é sério? Ele viu a a sua candidatura já foi pro espaço pois o povo não aceita políticos radicais, esquece, já foi.
    Pra alegria e sorte do povo carioca…não merecem mais um político tão ruim como este!

  6. Já está rezando de pé junto na igreja, é contra a legalização das drogas agora… Só falta defender venda de armas para o cidadão!

    Faz de tudo pra ganhar eleição. Mas esse ‘Freixinho Paz e Amor’ é como o outro: não engana ninguém.

  7. Realmente, a coisa é séria.
    O Cara passa a vida inteira na política fazendo passeata pela liberação das drogas, e agora resolve que isso não é um bom assunto, — esqueçam o que eu disse, o que deu defendi.
    Só que não! Não vai dar para engolir seu Freixo mascarado.

    • Se ele tivesse desistido desta pauta há uns 6 meses atrás, seria mais fácil para enganar as pessoas. Eles estão tão acostumados a mentir para nós, que acham que somos mais burros do que verdadeiramente somos. Daqui a pouco ele vai se dizer defensor da polícia. O homem que dizia que no Brasil se prende muito, está falando em botar ladrão na cadeia.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui