Ruas cheias no bairro do Leblon semanas atrás (Foto: Jornal O Globo)

Na noite desta sexta-feira, 18/09, as equipes de fiscalização e ordenamento urbano da prefeitura do Rio ações com a finalidade de combater aglomerações e verificar o uso de máscara em diversos pontos da cidade. Foram aplicadas multas para coibir o desrespeito às normas, devido à pandemia de covid-19.

A ação realizada se  concentrou nos polos gastronômicos da Avenida Olegário Maciel, na Barra da Tijuca; na Praça Varnhargem, na Tijuca; e nas ruas Dias Ferreira, no Leblon, e Nelson Mandela, em Botafogo, e em vários pontos da zona oeste da cidade.

Fiscais da Vigilância Sanitária fizeram 15 inspeções e interditaram três estabelecimentos por aglomeração. Foram duas interdições na Rua Dias Ferreira, no Leblon; e uma na Avenida Olegário Maciel, na Barra da Tijuca. Os técnicos aplicaram seis infrações, sendo três por aglomeração, duas por fornecimento de bebidas fora das mesas após as 22h e uma por fumo em ambiente fechado.

Em um estabelecimento da Olegário Maciel, os técnicos inutilizaram ainda 16 quilos de produtos impróprios para o consumo. 

No Leblon, a Guarda Municipal notificou 20 pessoas pela falta do  uso de máscara de proteção na Rua Dias Ferreira, durante a operação conjunta com a Vigilância Sanitária.

A fiscalização no bairro resultou ainda na apreensão de 96 garrafas de cerveja com ambulantes irregulares, além de isopores e carrinhos. Os guardas ainda fizeram a fiscalização das infrações de trânsito no local e multaram 40 veículos por estacionamento irregular.

As ações noturnas da Secretaria Municipal de Ordem Pública (Seop) se concentraram na zona oeste. Ao todo, dez estabelecimentos foram fiscalizados, com três orientados a fechar as portas por falta de documentação. As ações ocorreram nos bairros da Freguesia, Anil, Camorim, Curicica, Taquara e Tanque.

Desde o início das ações de combate à pandemia, em 18 de março, a Seop integrou mais de 590 operações conjuntas em toda a cidade. Foram fiscalizados 38.759 estabelecimentos, com 28.090 pontos comerciais fechados. Além disso, foram atendidas 11.364 ocorrências pelo Disk Aglomeração, que funciona desde 31 de março com base em chamados à Central 1746.

A Secretaria Municipal de Fazenda fiscalizou 12 estabelecimentos comerciais e uma banca de jornal  na Barra da Tijuca, Leblon e Copacabana e autuou sete lojas pelo uso irregular de mesas e cadeiras nas calçadas e funcionamento  em desacordo com o alvará de licença para estabelecimento.



Siga nossas redes e assine nossa newsletter, de graça

Jornalismo sério, voltado ao Rio de Janeiro. Com sua redação e colunistas, o DIÁRIO DO RIO trabalha para sempre levar o melhor conteúdo para os leitores do site, espectadores dos nossos programas audiovisuais e ouvintes dos nossos podcasts. O jornal 100% carioca faz a diferença.

2 COMENTÁRIOS

  1. Acho engraçado que niguem pensa nos funcionários e suas famílias. Co. O fechamento dos bares muitos não irão voltar mais xeixando seus funcionários desempregados.

  2. Bares devem voltar a ser fechados!!!
    As escolas o INSS estão fechados.
    Bares não são serviços essenciais para ficarem abertos, devem manter apenas dellivery!!

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui