Imagem meramente ilustrativa de vacina da Pfizer contra a Covid-19 - Foto: Dado Ruvic/Reuters

A partir desta quinta-feira (12/08), o município de Niterói, na Região Metropolitana do Rio de Janeiro, permite a quem recebeu a primeira dose (D1) contra a Covid-19 do imunizante da AstraZeneca e teve algum tipo de reação imprevista, ser vacinado com a Pfizer na segunda aplicação (D2). Até então, a alternância de vacinas só estava permitida para gestantes.

Para poder usufruir da combinação dos imunizantes, os moradores de Niterói devem ir aos pontos de vacinação, na data da D2, munidos de documento de identificação, CPF, comprovante de residência, cartão de vacinação comprovando a D1 e um termo de consentimento informando qual foi exatamente a reação.

Vale ressaltar que, de acordo com o Ministério da Saúde, a recomendação de vacinas é realizada somente em casos específicos, quando não é indicado aplicar a segunda dose do mesmo imunizante em função de contratempos específicos como, por exemplo, a ausência de vacinas em estoque no país.

Nesta quinta, Niterói vacina pessoas que tenham 23 anos ou mais, enquanto que, na sexta (13/08) e no sábado (14/08), a imunização abrangerá o público de 22 anos ou mais.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui