Eu Amo o Rio Estava assistindo agora o RJ Tv e passou uma matéria sobre a Rua do Matoso e mostrando irregularidades como, por exemplo, carros estacionados em local proibido e pessoas atravessando embaixo da passarela. E mostra um transeunte reclamando que falta fiscalização no local, não me levem a mal, mas falta é consciência social destas pessoas.

Muitos cariocas, como podemos ver no trânsito, acreditam que há no mundo apenas eles, desta forma fecham cruzamento, jogam lixo pelas janelas, compram no camelô, dão esmolas e estas coisas… Não pode é vivermos a espera que um pai (seja o governo ou um cidadão consciente e sem medo) nos chame atenção para a irregularidade!

Vejam como pequenos atos ajudam a cidade:

  • Lixo no lixo – a Comlurb é uma grande empresa e faz um ótimo trabalho, mas enquanto houver quem acha que rua é o mesmo que lixeira, não vai haver como a cidade ficar limpa por mais de duas horas (que o diga os garis do Centro da Cidade que mal acabam de varrer e algum IDIOTA já sujou novamente)
  • Não dê esmolas! Pense no mendigo como um profissional, se não houver mercado, ou seja, quem lhe dê esmolas, ele vai ter de procurar outra freguesia. O mesmo para aqueles dos sinais! E por que? Porque não estão cometendo crime nenhum, simplesmente não tem medida legal para retirá-los do lugar que estão!
  • Trânsito o sinal está vermelho? Pare! Tem cruzamento, espere o carro da frente dar espaço para que você não o feche. Não existe um guarda de trânsito para cada cruzamento ou semáforo da cidade.
  • Limite da velocidade é LIMITE, não é o mínimo a andar como muitos acham! Economiza combustível e evita acidentes.
  • Carro não é na calçada, especialmente em lugares movimentados! Já vi gente levando multa em frente a um estacionamento e reclamando porque tinha "ido rapidinho", não importa, prejudicou da mesma forma. Em eventos no RioCentro, como Micareta, tem gente que prefere pagar R$ 10,00 em flanelinha do que R$ 15,00 no estacionamento regular…
  • Não compre em camelô ou ambulantes, como no tópico sobre mendigo, ou seja, se não tem mercado, tem que fechar!
  • Não dar um "cala a boca" para PM, fiscais ou seja lá o que seja… é ser tão corrupto como um dos deputados do mensalão, ou mensalinho ou qualquer outro…

Se cada um fizer sua parte e parar de achar que tudo é responsabilidade do governo e saber que nosso dever como cidadão vai muito além de pagar impostos, nossa cidade e país melhorarão, pode contar com isso.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui