Eletronuclear (Foto: Reprodução)

Criada para controlar a Eletronuclear e parte da Eletrobras no capital da Usina Hidrelétrica de Itaipu, a Empresa Brasileira de Participações em Energia Nuclear e Binacional (ENBPar), nova estatal criada pelo governo do presidente Jair Bolsonaro, terá sua sede operacional no Rio de Janeiro.

Segundo informação do jornalista Lauro Jardim, o ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque já estaria decidido quanto ao local de instalação da companhia.

O prefeito Eduardo Paes celebrou a notícia através de um post nas redes sociais, onde compartilha uma matéria do Jornal O Globo e felicita o governo.

Parabéns ao governo federal por fazer justiça com o Rio“, disse Paes.

Veja a postagem:

A criação da ENBPar integra o processo de privatização da Eletrobras. A empresa será do tipo pública organizada sob a forma de sociedade anônima e vinculada ao Ministério de Minas e Energia.

Segundo o governo, cerca de R$ 4 bilhões foram separados no orçamento de 2022 para constituição da companhia.

1 COMENTÁRIO

  1. Esta nova estatal foi obrigação constitucional, decorrente do desmembramento da Eletrossauro, que será privatizada. A “constituição cidadã” impede empreendimentos privados de energia nuclear. Porque? Por puro estatismo desmedido e sem sentido: se deixássemos este tipo de investimento, a Eletricité de France já teria enchido esses Brasis de usinas e estaria nos ajudando na crise hídrica com bons empregos e energia limpa, segura, estável, barata, tecnológica… além disso ainda movimentando as minas de Urânio da Bahia.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui