Polícia Federal em ação na manhã desta segunda (12/01) - Foto: Reprodução/TV Globo

Na manhã desta terça-feira (12/01), a Polícia Federal (PF) cumpriu 11 mandados de busca e apreensão ao redor do país na 79ª fase da Operação Lava Jato, que apura supostos pagamentos de propina na Transpetro (empresa brasileira de transporte e logística de combustíveis pertencente à Petrobras) e operações de lavagem de dinheiro através da negociação de imóveis e obras de arte.

No município do Rio de Janeiro, a operação cumpriu 3 mandados. Um deles foi no imóvel de Jones Bergamin, em Ipanema, na Zona Sul. O galerista, porém, dono da ”Bolsa de Arte”, por ter se separado recentemente, não mora mais no local e acabou não sendo encontrado pelos agentes. Já outro foi no apartamento de Márcio Lobão, no badalado edifício Dra. Regine Feigl, na Avenida Atlântica, no Leme. Por lá, a PF apreendeu mais de 90 quadros.

Além do Rio, a PF cumpriu mandados em Angra dos Reis (1), São Paulo (2), Brasília (2) e São Luís do Maranhão (2). Endereços de Márcio Lobão e Edison Lobão Filho, filhos do ex-ministro Edison Lobão, também são alvos da operação.

Segundo o Ministério Público Federal (MPF), o objetivo é apreender mais de 100 obras de arte pertencentes aos investigados. Elas serão levadas para Curitiba, no Paraná, para uma perícia da PF local.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui