Nova galeria de lojas no Centro liga a rua dos Andradas à rua da Conceição

O novo centro comercial tem mais de 70 lojas, é totalmente climatizado e fica no coração da cidade, ligando a Rua dos Andradas à Rua da Conceição

O novo empreendimento do Rio é uma aposta no potencial comercial da região, com lojas diversificadas e área totalmente climatizada

Marcados por grandes incertezas, os dois últimos anos foram desafiantes para o cenário internacional e brasileiro. A economia do Rio de Janeiro, deteriorada por crises sucessivas geradas ao longo da desastrosa gestão do ex-prefeito Crivella sentiu de forma incisiva os impactos da pandemia. Mas a retomada dos negócios no estado, especialmente na cidade do Rio, tem sido surpreendente. E o Centro, uma das regiões que mais sofreu, recebu agora um mais um novo empreendimento.

No último 26, o Centro da cidade ganhou mais um empreendimento inovador: a Galeria Andradas 21, que liga a Rua dos Andradas e a Rua da Conceição, em frente à Praça Monte Castelo – entre a Rua Buenos Aires e o Largo de São Francisco. O espaço fica no coração da cidade, próximo à academia Smart Fit, à nova Faculdade de Medicina Idomed e o Detran, pertinho das confeitarias tradicionais, e da melhor coxinha do Rio, a da Manon! A nova galeria é servida de uma rede transporte que liga a região a todos os bairros da cidade e outros município. Inicia suas atividades pouco mais de uma semana após a inauguração da mega-loja Vivian Festas, na avenida Passos.

O empreendimento é mais um grande presente para os consumidores e frequentadores da região central da cidade, especialmente para aqueles que fazem compras no maior shopping popular a céu aberto da América Latina: o Saara. Fica a poucos metros do tradicional Shopping Paço do Ouvidor, e pertinho do miolo do Saara, da C&A e da Leader.

Com mais de 2.000 m² divididos em 3 andares e mais de 70 lojas, a Galeria Andradas 21, que é totalmente climatizada através de um potente ar condicionado central, vai permitir ao carioca consumir os seus produtos preferidos sem a desconfortável exposição às loucas temperaturas do verão da cidade ou às chuvas que tantos transtornos causam a quem sai às compras na região. Tudo isso num imóvel histórico belíssimo, daqueles tombados pelo IRPH: aos poucos a cidade vai vendo sua história recuperada.

A nova Galeria é também a grande aposta para os empresários que acreditam no potencial econômico do Rio. Algumas das lojas ainda estão disponíveis. Somente o terceiro andar da galeria conta com generosos 600m², sendo que os dois primeiros andares já estão prontos e disponíveis, com lojas de alimentação, decoração, moda, produtos de beleza e muito mais. Na galeria, conforto e segurança estão unidos para proporcionar as melhores experiências de consumo aos seus frequentadores. Historicamente, as galerias de lojas mais bem sucedidas do Rio são as que atravessam de uma rua à outra. Afinal, pra que andar no calor e no meio da rua se é possível passar por um agradável corredor refrigerado?

Fachada da Galeria 21, na rua dos Andradas – por esta passagem, o cliente caminha até a rua da Conceição, saindo quase no Saara

Em parceria com a tradicional Sérgio Castro Imóveis, a administração da Galeria Andradas 21 seleciona lojistas que apostem na recuperação do Centro do Rio e na qualidade e versatilidade do seu mix de lojas e serviços. A visão dos empreendedores vai além, pois vê a região central do Rio como um novo grande eixo residencial de cidade, atraindo diversificação de produtos culturais e de serviços, no esteio do projeto Reviver Centro.

Em nota encaminhada ao DIÁRIO, a Galeria 21 afirmou que “o Rio de Janeiro tem tudo para ser como todos os grandes centros urbanos do mundo: vivo e pujante, 7 dias por semana. A chegada da Galeria Andradas 21 é símbolo da esperança de todos nesta idéia.

Advertisement

4 COMENTÁRIOS

  1. Embora muita gente pareça torcer contra (basta ver o naipe dos comentários) eu torço MUITO a favor da recuperação do Centro do Rio e cada pequena iniciativa deve ser vista com bons olhos, esperança e vontade de avançar. Realmente Crivela não apenas foi um péssimo gestor, mas claramente odiava a cidade. Parabéns e sucesso aos envolvidos.

  2. A notícia é boa, só que o Centro do Rio já vem em decadência há muitos anos, posso dizer que foi com retirada das linhas de ônibus que passavam pelo Centro, para dar lugar ao VTL Isso ocorreu nas gestões anteriores do atual prefeito, mas só se lembram do CRIVELA. A ruína do Centro começou muito antes.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui