Foto Paula Johas

Cinco duplas de alunos do Ensino Médio da Escola Firjan SESI articulado com o Curso Técnico de Design da Firjan SENAI Maracanã encaram, desde segunda-feira, 04/10, o desafio de desenvolver a nova marca da RioFilme, empresa pública de investimento em audiovisual do município do Rio de Janeiro. A competição faz parte do Grand Prix, um grande projeto da Saga SENAI de Inovação.

Vejo com muita alegria e entusiasmo a parceria com a Firjan. A importância dessa aproximação é no sentido de tornar a RioFilme mais dinâmica, aberta e eficiente. A criação da nova marca vai ao encontro desse ideal, de uma empresa que acompanha o movimento do setor audiovisual com todas as inovações que não param de surgir”, ressalta Eduardo Figueira, presidente da RioFilme.

A reformulação da marca faz parte de uma parceria entre a Firjan SESI e a Prefeitura para desenvolver o reposicionamento estratégico da RioFilme e alavancar a produção audiovisual na capital.

“Essa parceria pretende reativar a indústria criativa, de papel fundamental para a retomada da economia, devido a sua transversalidade”, salienta Leo Edde, vice-presidente da Firjan, presidente do Conselho Empresarial da Indústria Criativa da federação e também do Sindicato Interestadual da Indústria de Audiovisual (Sicav).

Nessa maratona de inovação aberta, em parceria também com o Sicav, os times trabalharão durante cinco dias, num total de 24 horas. O desenvolvimento será acompanhado de perto pela coordenação técnica de Educação e pelos diretores de Arte do Núcleo de Design do Maracanã: Firjan SENAI Estúdio Criativo. Os alunos participarão de palestras e oficinas que os ajudarão no projeto.

O resultado final da maratona será na sexta-feira, 08/10, às 15h, na Casa Firjan. Uma comissão avaliadora formada por representantes da RioFilme, Firjan SENAI e convidados vai escolher a marca vencedora. No Pitch de defesa, cada time terá cinco minutos para apresentar seu trabalho.

Além disso, o evento de premiação contará com a palestra do designer renomado, Walter Mattos: “Minha marca foi aprovada pelo cliente. E agora?”.

O Grand Prix possibilita a diversidade através do trabalho em grupo e com isso o desenvolvimento de novas soluções, congregando diferentes perfis profissionais. O objetivo é consolidar questões metodológicas e as características de criatividade, inovação e novas demandas do mundo do trabalho. E assim começar a desenvolver projetos e as competências socioemocionais, como trabalho em equipe, empatia, escuta ativa”, explica Bernardo Palma, analista de Educação da Firjan SENAI.

Em 2019, houve a participação de três escolas no Grand Prix, e, em 2020, o evento foi todo virtual, devido à pandemia. Este ano, é a primeira vez que o segmento de Comunicação Visual participa. A parceria com indústrias alia teoria e prática.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui