Parece que as denúncias que vem surgindo contra o senador Romário (Podemos) pode atrapalhar sua candidatura a governador, e até faze-lo desistir da campanha. Pesquisa do Instituto Paraná, divulgada pelo Jornal do Brasil, mostra o Baixinho com 24.1%, eram 26.9% em maio, já o 2º colocado, Eduardo Paes (DEM), subiu de 14,1% para 15,1% e o ex-governador Anthony Garotinho (PRP) de 11,6% para 13,5%, deixando-o tecnicamente empatado em 2º lugar. A margem de erro da pesquisa é de 2,5%;

No 2º pelotão estão Indio da Costa (PSD), com 7,2%, eram 8,8%. E o Professor Tarcisio (PSol). oscilou de 3,1%, em maio, para 3,8%. Logo atrás vem Pedro Fernandes (PDT) com 2,7%, Marci Tiburi (PT), 2,1%, Marcelo Trindade (NOVO) teve 2% Juiz Wilson Witzel (PSC), 1,8%, Marcelo Delaroli (PR), 1%, Rubem Cesar Fernandes (PPS),0,9% e Leonardo Giordano (PCdoB), 0,6%.

Também subiu a rejeição de Romário, mas que continua sendo o menos rejeitado, foi de 43,7% para 47,6%, e o mais rejeitado continua sendo Garotinho, que ainda viu subir de 71,9% para 72,5%. Enquanto Paes, caiu de 65,3% para 62%, Indio de viu subir de 56,,3% para 57,2% e Professor Tarcisio caiu de 58,2% para 57,1%.

Pelo cenário, podemos ver que Garotinho deve ter mais facilidade em angariar os apoios de Crivella e do PT, como vem sendo ventilado, mas vai ter de vencer a absurda rejeição, é praticamente ou já se vota em Garotinho, ou nunca votará. Já o pretenso candidato de Bolsonaro, Marcelo Delaroli, vai ter de confiar na total transmissão de votos do provável padrinho, com seus 1%.


Para o levantamento foram ouvidos 1.860 eleitores com 16 anos ou mais, em 46 municípios do estado, entre os dias 14 e 19 de julho deste ano.

Veja quem são os principais pré-candidatos a governador do Rio em 2018.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui