Deputada Martha Rocha - Foto: Thiago Lontra
Deputada Martha Rocha - Foto: Thiago Lontra

Na terça-feira, 15/10, foi divulgada uma pesquisa interna do DEM, feita pelo Instituto GPP, que mostrava Eduardo Paes (DEM) isolado em 1º, com Marcelo Freixo (PSol) e Marcelo Crivella (Republicanos), empatados em 2º. Mas, nesta quarta-feira, 16/10, foi divulgada uma pesquisa do Instituto Paraná e o resultado foi diferente para Freixo e Crivella.



Siga nossas redes e assine nossa newsletter, de graça

Jornalismo sério, voltado ao Rio de Janeiro. Com sua redação e colunistas, o DIÁRIO DO RIO trabalha para sempre levar o melhor conteúdo para os leitores do site, espectadores dos nossos programas audiovisuais e ouvintes dos nossos podcasts. O jornal 100% carioca faz a diferença.

Na pesquisa, feita com 1002 eleitores, entre os dias 11 e 15 de outubro, Eduardo Paes (DEM) continua em 1º, com 27,3%, contudo, em 2º lugar a surpresa é que aparece a delegada Martha Rocha (PDT), com 16,8%. Marcelo Freixo (PSol) ficou com 14,4% e Marcelo Crivella (Republicanos) com 13,2%.

Talvez a posição de Martha Rocha possa ser por causa do uso da palavra “delegada”, que em períodos que o eleitor se mostra muito preocupado com segurança pública, pode ser um bom puxador de votos. Ainda assim, a notícia é muito ruim para Freixo que vem tentando fazer uma grande aliança na esquerda e agora vê outros nomes competitivos na sua seara. Lembrando que em seu partido, PSol, ele também não é unanimidade e o vereador Renato Cinco lançou sua pré-candidatura a Prefeito do Rio.

A pesquisa é péssima também para o bispo Crivella. Ele aparece em 2º exatamente entre seu eleitorado, o evangélico, em todos os 3 cenários, perdendo para Eduardo Paes.

Mas há chance de crescimento para todos, quando perguntados “se as eleições para Prefeito do Rio fossem hoje em quem você votaria?”. 75,6% responderam que não sabiam e 10,8% responderam que não votariam em ninguém.

O Instituto Paraná também perguntou sobre aprovação do governo de Jair Bolsonaro (PSL) e de Wilson Witzel (PSC), e ambos dividem a opinião pública. 49,9% aprovam o governo do presidente, enquanto 45,4% dos cariocas desaprovam. Já o governador Witzel tem 47,8% de aprovação e 47,3% de desaprovação, o que é positivo para ele, que perdeu na capital para Paes em 2018, e conseguiu conquistar alguns eleitores do ex-prefeito.

1º Cenário

  1. Eduardo Paes (DEM) – 27,3%
  2. Martha Rocha (PDT) – 16,8%
  3. Marcelo Freixo (PSol) – 14,4%
  4. Marcelo Crivella (REP) – 13,2%
  5. Alessandro Molon (PSB) – 3,3%
  6. Clarissa Garotinho (PROS) – 2,9%
  7. Otoni de Paula (PSC) – 1,6%
  8. Marcelo Calero (CID) – 1,5%
  9. Rodrigo Amorim (PSL) – 1,4%
  10. Mariana Ribas (PSDB) – 1,2%
  11. Fred Luz (NOVO) – 0,8%

Ninguém 12%
Não sabem 4%

2º Cenário

  1. Eduardo Paes (DEM) – 28,4%
  2. Martha Rocha (PDT) – 17,3%
  3. Marcelo Freixo (PSol) – 15,2%
  4. Marcelo Crivella (REP) – 13,9%
  5. Alessandro Molon (PSB) – 4%
  6. Rodrigo Amorim (PSL) – 1,8%
  7. Mariana Ribas (PSDB) – 1,5%
  8. Fred Luz (NOVO) – 1,1%

Ninguém 12,7%
Não sabem 4%

3º Cenário

  1. Eduardo Paes (DEM) – 32,19%
  2. Marcelo Freixo (PSol) – 19,4%
  3. Marcelo Crivella (REP) – 16,6%
  4. Rodrigo Amorim (PSL) – 4,7%
  5. Fred Luz (NOVO) – 2%

Ninguém 19,6%
Não sabem 4,9%

No Hoje no Rio de 15/10, Quintino Gomes Freire, Bruno Kazuhiro e Antônio Mariano comentaram sobre a pesquisa divulgada no dia.

1 COMENTÁRIO

  1. Se o Eduardo Paes participar da eleição,ele vai para o segundo turno. O problema quem vai com ele para o segundo turno. Se for a Martha Rocha ele perde. Se for outro canditado ele ganha.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui