Governador Sergio Cabral A situação pode ficar ruim para Sergio Cabral, é que de acordo com a coluna do jornalista Claudio Humberto Arthur Cesar, amigo do governador e dono do grupo Facility, cuja empresa faturou mais de R$ 1 bilhão em licitações para o governo do Estado, prestou depoimento para o Ministério Público Federal na quinta-feita passada.

 

Para o ex-governador e pré-candidato pelo PR, Anthony Garotinho, a investigação é nos moldes da Operação Pandora que derrubou o então governador de Brasília, José Arruda. Vamos ver se só vai ser boato ou se vamos ter uma eleição cheia de emoções no Rio de Janeiro.

 

Leia as notas de Claudio Humberto:

 

Amigo de Cabral depõe em sigilo na Justiça
O Ministério Público Federal ouviu na quinta (6) empresário Arhur Cesar de Menezes Soares Filho, num processo que corre em segredo de Justiça. Amigo do governador Sérgio Cabral (PMDB), seu hóspede na casa que tem em Miami (EUA), é dono do grupo Facility, um conglomerado de empresas, e conhecido como “o rei da terceirização” de vigias, serventes, merendeiras, coleta de lixo hospitalar, bebidas etc.

 

‘Menor preço’
Em 2008, o grupo faturou mais de R$1 bilhão em licitações do Estado. O governo fluminense justificou com “o menor preço” dos contratos.

 

Limpeza
Aguardam-se fortes emoções na política fluminense, esta semana. Se tudo der certo, não vai sobrar panetone sobre panetone.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui