Novo aplicativo mostra locais e situações perigosas no Rio de Janeiro

O app oferece ao cidadão a possibilidade de enviar e receber, em tempo real, informações de ocorrências policiais, roubos, incêndios, acidentes entre outros

Foto: Divulgação

Inspirada em modelos similares no mundo, que possibilitam transmissões ao vivo, pelo celular, de ocorrências policiais, roubos, incêndios e acidentes entre outros, o aplicativo VIU, criado em 2020 pelo norte-americano Jason Sprenger, chega ao Rio de Janeiro.

Vencida a etapa de testes, o app, inicialmente, está disponível para usuários do sistema Android. A criação da VIU foi uma resposta de Sprenger a uma situação de violência vivida por sua família no ano passado. Sua meta para o final de 2022 é contar com 1 milhão de downloads. O objetivo é acabar com a falta de transparência e aumentar a informação disponível, reunindo relatos de crimes e outras situações de emergência que possam colocar a vida e a segurança das pessoas em risco.

“Queremos prover informação geolocalizada e relevante às pessoas sobre as ocorrências ao redor, e contribuir também diretamente nas tomadas de decisão dos órgãos públicos, além de permitir que policiais, bombeiros e socorristas compareçam ao local para ajudar possíveis vítimas”, explica o fundador.

Em sua fase de testes a VIU possibilitou, por exemplo, o rápido socorro a um motociclista que teve o pescoço cortado por uma linha de pipa com cerol. Um dos usuários do aplicativo trafegava pela Linha Amarela, no sentido Barra da Tijuca, quando presenciou o grave incidente e, após acionar os socorristas, rapidamente transmitiu a ocorrência na plataforma, alertando outros usuários sobre o perigo e reforçando o pedido de socorro.

Recentemente,outro usuário cobriu um incêndio ocorrido na Rua da Passagem, em Botafogo, por mais de 20 minutos. Após o combate ao fogo pelos bombeiros, o incêndio retornou e a equipe da VIU comunicou prontamente ao Corpo de Bombeiros, que então retornou para controle do novo foco. VIU conta com transmissão ao vivo, o que torna a informação mais confiável, dificultando a divulgação de notícias falsas. Todos os vídeos e fotos enviados passam por uma curadoria da equipe da plataforma, que verifica o conteúdo em tempo real e autoriza ou não que fiquem visíveis para o público geral. A ideia é evitar a proliferação de conteúdos explícitos, identificação não autorizada de pessoas ou inverdades. A plataforma garante também a confidencialidade dos seus usuários.

“O aplicativo permite o anonimato sem prejudicar a veracidade das informações e conta com uma interface simples e intuitiva, permitindo que o usuário inicie uma transmissão ao vivo fácil e rapidamente. A credibilidade dos fatos se dá por meio do acompanhamento de toda ocorrência denunciada”, finaliza Sprenger. O aplicativo tem notificações em tempo real e possibilita visualizar a lista de incidentes ou navegar pelo mapa.

De acordo com dados divulgados pelo Instituto de Segurança do Rio de Janeiro, apenas em abril deste ano, o estado contabilizou um aumento de 75% nos registros de violência, no comparativo com o mesmo mês do ano passado. Já com relação ao período de janeiro a abril de 2020, o aumento foi de 15,7%.

1 COMENTÁRIO

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui