Novo escolhe Paulo Ganime como pré-candidato ao Governo do Rio de Janeiro em 2022

Paulo Ganime disputava a vaga de candidato pelo Novo com Juliana Benício. Convenção confirmará seu nome entre julho e agosto de 2022

Paulo Ganime - Foto: Pablo Valadares/Câmara dos Deputados

O deputado federal Paulo Ganime (NOVO/RJ) foi escolhido na noite desta terça-feira, 11/1, pelo Partido NOVO como pré-candidato ao governo do Rio de Janeiro nas eleições 2022. Ele disputava a vaga com a correlegionária Juliana Benício, de Niterói. Benício parabenizou seu adversário pelo Twitter.

A convenção geral que confirmará Ganime como candidato deve ser entre 20 de julho e 5 de agosto, como determina a Justiça Eleitoral.

Em sua primeira participação como candidato, em 2018, Paulo Ganime foi eleito deputado federal com 52.983 votos. Como deputado, teve como principais temas do mandato o desenvolvimento e a liberdade econômica, empreendedorismo e inovação, segurança pública, energia e bioeconomia. Em 2020, atuou como líder do partido na Câmara, e reassumiu o cargo no segundo semestre de 2021.

Pré-candidatura ao governo do RJ

Paulo Ganime destaca que se sentiu na obrigação de colocar o próprio nome para mudar o rumo da política fluminense. “Ao longo da minha vida, vi governadores saqueando o nosso estado e deixando a população desamparada sem dinheiro, sem segurança e em péssimas condições de saúde e educação”.

Ganime acredita que é possível usar como exemplo os bons resultados do governador Romeu Zema (NOVO/MG), tanto na economia quanto nas outras áreas de necessidade, de acordo com a realidade do RJ. Zema conta com um escopo de secretários que tem agregado muito ao avanço de Minas Gerais, e segundo Ganime, o Rio de Janeiro poderia ter o mesmo rumo.

Entenda o processo seletivo para o governo do Rio de Janeiro:

Seguindo a Resolução Interna nº 41 do partido, Paulo Ganime e Juliana Benício passaram por três etapas de avaliação. Na primeira, o histórico pessoal e profissional foi avaliado por uma banca formada por dirigentes nacionais e estaduais do partido, juntamente com uma empresa de consultoria especializada em recrutamento de grandes executivos e checagem de antecedentes, patrimônio e currículo, além de testes de integridade para verificação de flexibilidade ética e moral.

Depois, ambos precisaram formular e apresentar um planejamento de campanha e estratégia de captação de recursos humanos e financeiros condizente com a estrutura necessária para uma campanha ao governo do estado do Rio de Janeiro. E por fim, na última etapa foi realizada uma apresentação técnica com diagnóstico e soluções sobre a situação do Estado, principais pilares do plano de governo e panorama político-eleitoral.

Com a aprovação de ambos no Processo Seletivo, a Convenção Estadual se reuniu para a escolha do nome através do voto secreto dos convencionais.

Advertisement

2 COMENTÁRIOS

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui