Santa Cruz | Foto Cleomir Tavares / Diario do Rio

No ano em que completa uma década de existência, a Festa Literária das Periferias (FLUP) chega a Santa Cruz com um novo desafio: valorizar e registrar a memória deste bairro do Rio de Janeiro. A ação faz parte do livro Cartas para Esperança, que reúne cartas de mulheres negras para outras mulheres negras inspiradoras.

A FLUP se prepara agora para o novo capítulo da publicação, inteiramente dedicado a personagens de Santa Cruz, também produzido por autoras negras da região. O bairro foi incluído no projeto com a entrada da Ternium, produtora de aço na região, como uma das patrocinadoras da FLUP.

A primeira parte do livro consiste em conectar histórias de mulheres negras ao redor do mundo. O livro contará com cartas para escritoras, artistas, ícones do movimento negro, donas de casa. A proposta foi convidar escritoras negras a homenagear outras mulheres negras inspiradoras”, explica Dani Salles, porta-voz da FLUP.

O processo formativo convida mulheres negras, que morem ou tenham vivido em Santa Cruz, a conhecerem a história do bairro a partir das memórias de onze convidadas da FLUP. Trata-se de mulheres com trajetórias diversas, que passam por trabalhos sociais, mediações de conflitos e de educação.

Mapeamos belíssimas personagens cujas histórias de vida se fundem à história do bairro. Teremos o privilégio de conhecer, por exemplo, a dona Lindauria, que custeou sua graduação em serviço social trabalhando como catadora de recicláveis. Conheceremos a dona Valdenice, que alfabetizou uma geração de crianças tendo ela mesma apenas o ensino fundamental. Sem dúvida nascerá um belo capítulo do livro Cartas para Esperança ao fim desse processo formativo”, acredita Julio Ludemir, um dos fundadores da FLUP.

A Ternium tem um compromisso com o desenvolvimento social da região. Trazer a Flup para Santa Cruz é um importante passo para a cultura do bairro. Temos a certeza que esse projeto – Cartas para Esperança – contará histórias incríveis de mulheres que fazem a diferença e estimulará jovens negras a se tornarem escritoras” , afirma Fernanda Candeias, Gerente de Relações com a Comunidade da Ternium

As inscrições para o processo formativo da FLUP, que acontecerá em setembro, estão abertas até o dia 15 de agosto. A proposta é que os encontros aconteçam no auditório da Ternium, empresa apoiadora da ação, respeitando estritamente todas as regras de prevenção da Covid-19. Podem participar mulheres a partir de 15 anos. Para se candidatar a uma das 30 vagas, basta acessar o site flup.net.br, ler o regulamento e preencher o formulário disponível.

SERVIÇO:
Cartas para Esperança em Santa Cruz
Inscrições: 20 de julho a 15 de agosto
Inscrições: flup.net.br

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui