Nesta sexta-feira (22/01), foi reinaugurado o Núcleo de Arte da Escola Municipal Silveira Sampaio, em Jacarépaguá. O Ateliê-Escola atendia, antes da pandemia 860 alunos, com aulas de dança (balé, sapateado e jazz), música (violão e percussão), arte (desenho e pintura), tecnologia e teatro.

O espaço, que funciona há 25 anos, foi totalmente reformado através de uma parceria com o Instituto da Criança, gestor social junto à empresa farmacêutica Glaxo Smith Klein. O espaço ganhou pintura interna e externa, troca de telhas, colocação de vidros, mobiliário, pias e iluminação.

Hoje temos um espaço de qualidade para desenvolvimento dos projetos e do potencial dos nossos alunos. Gostaríamos que todas as escolas usufruíssem que temos aqui“, agradeceu a diretora do Núcleo, Denise Freitas.

Estavam presentes à reinauguração do espaço a subprefeita Talita Galhardo, o secretário de Educação Renan Ferreirinha, o presidente da Glaxo Smith Klein, José Carlos Felner, a Coordenadora da 7ª CRE Marcia Arruda, a diretora do Núcleo de Arte Silveira Sampaio Denise Freitas, o diretor da escola Roberto Prata e inúmeras professoras e profissionais de Secretaria de Educação e da Secretaria de Assistência Social que atuam na região.

O secretário municipal de Educação Renan Ferreirinha agradeceu o trabalho de todos e desejou que o Núcleo de Arte da Escola Municipal Silveira Sampaio seja uma janela para uma Educação mais transformadora e integrada:

O ano de 2021 será desafiador e crucial para a nossa Educação. Queremos fazer um trabalho muito próximo para que tudo possa funcionar e o ano letivo flua muito bem na rede municipal. Contamos com vocês nesse processo tão importante que tem a Educação como principal elemento de transformação da sociedade“, disse.

A reinauguração contou com a parceria do Instituto da Criança e da GSK, empresa sediada em Jacarepaguá e que contribuiu com projetos sociais. O presidente da Glaxo, José Carlos Felner, ressaltou que a formação cultural das crianças é fundamental para que sejam cidadãos e profissionais com maior capacidade de atuação.

“Agradecemos ao Instituto da Criança e às professoras e gestoras desse Núcleo de Artes, porque acreditamos no valor do desenvolvimento empreendedor e damos muito valor à cultura e artes. Quem é exposto a exposições artísticas desenvolve radar e sensibilidade para tomada de decisões. Esse é o valor que tem a cultura na vida do cidadão. Por isso, mesmo com a crise não deixamos de investir o que estava previsto. Esta é uma atitude positiva que se soma aos projetos apoiados pela nossa empresa“, disse Felner, após a apresentação de um vídeo com apresentação dos diversos projetos desenvolvidos com os alunos. A Escola Municipal Silveira Sampaio tem 50 anos e atende mais de 3 mil alunos, em dois turnos.



Toda manhã o resumo do Rio de Janeiro

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui