(Foto: Reprodução Internet)

Passar a conviver mais tempo com a pessoa “amada” pode, nem sempre, ajudar na longevidade de um casamento, aliás, essa aproximação poder ter contribuído para o aumento no número de divórcios em lares cariocas durante a pandemia da Covid-19. Segundo dados do 15º Ofício de Notas, as separações e dissoluções de união estável aumentaram em comparação com 2019. A notícia foi publicada inicialmente pela coluna Radar, da revista Veja.

As duas unidades do cartório na Capital Fluminense, no Centro e na Barra da Tijuca, contabilizaram 412 divórcios em 2020, em contraposição aos 335 efetuados no ano anterior. Já o número de dissoluções que era de 114, passou para 224. Registrando um crescimento de 96%.

Já o número de uniões estáveis se manteve praticamente igual, apresentando leve queda: em 2019 foram 1.267 e no ano passado, 1.244.

“O isolamento social tornou algumas relações insustentáveis e isso se reflete nos livros dos cartórios. Muitos casais não sobreviveram à convivência extrema”, afirma Fernanda Leitão, tabeliã do 15º Ofício

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui