Sergio CabralApesar de ter ocorrido no Rio de Janeiro as maiores manifestações parece que foi aqui o único lugar que não surtiu efeito nos políticos, ao contrário, os deixou mais fora da realidade ainda. E o governador Sergio Cabral (PMDB) é o maior exemplo disso com seu helicóptero da Alegria.

Hoje ao dar entrevista sobre a entrevista da Veja em que mostra o uso pouco republicano do helicóptero ele diz que não faz estripulia. Veja só o que disse Cabral ao Globo:

Muitos têm até aviões, coisa que o governo do estado (do Rio) não tem. A mobilidade – estamos falando de mobilidade – de o governador pegar o helicóptero e ir para a sua casa e voltar, quando a casa é fora da cidade do Rio. Não sou o primeiro a fazer isso no Brasil. Outros fazem também. E fazemos de acordo com o cargo que eu ocupo (sic). Eu não tô fazendo nenhuma estripulia, nenhuma novidade, e fico muito chateado de ver uma foto colocando meu filho de 6 anos de idade como se estivesse ali sendo feita alguma irregularidade — disse. — Eu me transporto com a minha família, quando saio do trabalho e vou para essa casa em Mangaratiba, e rodo o estado inteiro nas aeronaves. Não só eu como os secretários de estado, os subsecretários, os presidentes de empresas, o comandante da Polícia Militar, a chefe da Polícia Civil. Então, realmente, não consigo compreender

Tenho para mim que Cabral não consegue diferenciar o Certo do Errado. Usar o helicóptero para ir à uma obra em outra cidade, ok! Usar o helicóptero para ir da Lagoa até Laranjeiras, não é ok. Um secretário ir a uma agenda em Campos, ok. A família do governador ir para casa de praia, não é ok.

Agora, mais do que nunca, é hora do carioca sair às ruas para pedir uma investigação sobre os atos de Sergio Cabral, quem sabe o impeachment do Governador. A ALERJ pode ser dominada por seus aliados mas o rugir que vem das ruas certamente os acordariam.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui