Parte interna do 'Salão de Novidades Paris'

Por iniciativa do exibidor itinerante belga Henri Paillie, aconteceu, no dia 8 de julho de 1896, a primeira exibição de cinema no Brasil, realizada no Rio de Janeiro, em uma sala alugada do Jornal do Commercio, na Rua do Ouvidor.

Por lá, foram projetados oito filmetes de cerca de um minuto cada, com interrupções entre eles e retratando apenas cenas pitorescas do cotidiano de cidades da Europa. Os ingressos eram uma fortuna, então, só a elite financeira do Rio de Janeiro participou do histórico dia para o Brasil.

SERGIO CASTRO - A EMPRESA QUE RESOLVE, desde 1949
Com mais de meio século de tradição no mercado imobiliário do Rio de Janeiro, a Sergio Castro Imóveis – a empresa que resolve contribui para a valorização da cultura carioca

No ano seguinte, em 1897, um ano depois, já existia no Rio uma sala fixa de cinema, o “Salão de Novidades Paris”, de Paschoal Segreto.

Na sequência dos acontecimentos, os primeiros filmes brasileiros foram rodados entre 1897-1898. Pesquisadores consideram que os primeiros filmes realizados no Brasil são: “Ancoradouro de Pescadores na Baía de Guanabara” (de José Roberto da Cunha Salles), “Chegada do trem em Petrópolis”,”Bailado de Crianças no Colégio, no Andaraí” e “Uma artista trabalhando no trapézio do Politeama” todos datados de 1897 e com relações diretas com o Rio de Janeiro.

Com a polêmica em torbo de “Vista da baia da Guanabara”, “Chegada do trem em Petrópolis” é considerado, por alguns pesquisadores, o primeiro filme brasileiro

Uma “Vista da baia da Guanabara” teria sido filmado pelo cinegrafista italiano Affonso Segretto (irmão de Paschoal) em 19 de junho de 1898, ao chegar da Europa a bordo do navio Brèsil. Contudo, este filme, se realmente existiu, nunca chegou a ser exibido. Todavia, por conta disso, desde os anos 1970, 19 de junho é considerado o Dia do Cinema Brasileiro.  

Cinema brasileiro que seguiu com incríveis e marcantes produções ao longo das décadas. Entre elas, dois dos considerados maiores longas da história do país: Central do Brasil e Cidade de Deus, entre outros, não à toa com conexão total com a cidade do Rio de Janeiro. Haja história para filmar.

1 COMENTÁRIO

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui