Pan Rio 2007 – Olimpíadas Rio 2016.

E é para isso que o Rio queria o Panamericano, para mostrar que podemos e sabemos fazer um grande evento esportivo. E é esse sinal claro que estamos dando ao mundo, ao mostrar os fortes investimentos para criar centros de excelência como o Velódormo, o Parque Aquático Maria Lenk, o Engenhão e a Arena Multiuso.

Durante a coletiva de imprensa da semana passada, ouvi o Presidente do COB, Carlos Nuzman, comentando que a cidade poderia fazer uma pista de atlestimo com uma arquibancada de 5 mil pessoas, mas que o prefeito Cesar Maia teria dito que para isso era melhor não fazer. E é verdade, para que ter um Panamericano, se nada ficaria para a cidade?

O mesmo Cesar Maia disse sobre ginásios esportivos:

“O Rio poderia ter feito um simples ginásio, mas optou por contar com uma arena do nível da NBA. Teremos um Pan com nível olímpico”,

A cidade tem de pensar no futuro, em como trazer investimentos. Se ficássemos na mediocridade, o Rio não poderia entrar no circuito internacional dos esportes. Com estas instalações além das Olimpíadas como disse o prefeito Cesar Maia, poderemos ser sedes de torneios internacionais, campeonatos, etc. Limitarmos ao Maracanã, que apesar de belíssimo, é defasado, e uma cidade com milhões de habitantes não pode ter apenas um estádio de porte.

Ainda sobre o Engenhão, aqueles negativistas, pessimistas, diziam que ninguém iria querer, que os times desdenhavam. Hoje se mostra o contrário, três dos maiores times cariocas estão lutando por ele, e os torcedores mais ainda, basta entrar em alguns dos tópicos do Diário do Rio, para ver como eles digladeiam para dizer quem vai ficar com o estádio, é praticamente uma questão de honra.

Tem também o Complexo Esportivo do Autódromo, que revitalizou completamente a área. Com os investimentos da área, vimos nascer o condomínio Rio 2, que se valorizou graças ao nascimento da Cidade dos Esportes, que pode ser considerado um futuro ponto turístico, como hoje é o Maracanã. O mesmo ocorreu na Zona Norte, que devido ao Engenhão viu nascer o empreendimento imobiliário Arena, em uma área que há muito não via fortes investimentos no setor.

E este é o legado do Pan do Rio até o momento, agora é esperar os jogos.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui