A NETFLIX começou como uma locadora online e hoje em dia é um dos maiores players do mercado audiovisual. Cada vez mais ela é conhecida por suas séries e filmes originais, que verdadeiramente vem dos quatro cantos do mundo. Stranger Things, Sintonia, Dark, entre tantos outros. No mercado, a NETFLIX também é conhecida por criar conteúdos originais em todos os países nos quais ela opera.

Veja, por exemplo, o caso da Espanha. Nós Brasileiros somos absolutamente obcecados com “La Casa de Papel”. Quem não gosta de uma boa história de assaltantes carismáticos? LA CASA DE PAPEL entrou no DNA da cultura pop, virou fantasia de carnaval, trouxe “BellaCiao” de volta aos estádios de futebol do mundo, e lançou a carreira de vários atores espanhóis.

Ficou tão famosa aqui no Brasil que teve até episódio que foi relançado com uma participação do Neymar. Mas se você é fã das ideias do criador de “La Casa de Papel”, saiba que o Álex Pina realizou outra série incrível. Que, aliás, é estrelada pelo mesmo Álvaro Morte, que faz o Professor em LA CASA DE PAPEL.

A gente está falando de O PÍER. Desenvolvido no começo de 2018, “O Píer” conta uma íntima e trágica história de amor. A série segue a vida da arquiteta Alejandra. Abalada com o suicídio de seu marido, a sua vida toma mais uma guinada dramática inesperada quando ela descobre que, por oito anos seu marido Oscar levava uma vida dupla com outra mulher.

Em busca de respostas para o comportamento do marido, Veronica acaba descobrindo uma série de coisas perturbadores e perigosamente irresistíveis sobre a sua própria personalidade.

Álvaro Morte interpreta Oscar, o marido de Veronica, via flashbacks, que ficam cada vez mais reveladores. O ritmo do “Píer” é assumidamente mais devagar e pensando do que “La Casa de Papel”. Tem pitadas de história de detetive, de thriller de suspense, mas o coração da história é esse mórbido triangulo amoroso que a gente vê aí.

Pelo fato que a série começa com uma morte misteriosa e mal resolvida, é natural que ao decorrer da temporada a gente vai descobrindo cada vez mais os podres do Oscar.

Mas sempre visto pelo olhar de sua viúva, a Alejandra, que sente fascínio e repulsa em partes iguais pelo labirinto de mentiras de seu marido morto.

O ritmo lento também contribui ao clima erótico da série. Em oito episódios, as cenas de sexo são bastante explicitas e bem decupadas. Sexy, sem ser vulgar.

Em “O Píer” Alex Pina juntou forças com Esther Martínez Lobato, que já tinha escrito alguns dos roteiros de “La Casa de Papel”.

Essa visão feminina caiu como uma luva para a sensível e chocante trama de “O Píer”. Desenvolvida pela Movistar na Espanha, a série é distribuída aqui pelo canal LIFETIME. Esse ano sai a segunda, e última, temporada da série. Não deixa de conferir! Veja mais dicas do Canal Like no youtube @canallikeoficial.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui