Na janela do meu quarto por Rodrigo FaveroEu publiquei um post em 2007 sobre o que é ser carioca. Bem, acho que podemos repetir com a situação o que significa nascer, morar, adotar e amar esta cidade, tudo o que faz um carioca:

 

  • Ser marrento porque pode ser… afinal, olhe só onde a gente mora!
  • Dar inveja nos "não cariocas" pelo simples fato de sermos cariocas…
  • Indignar-se com a inveja dos "não cariocas" com o habitual "faaala sério"
  • Tratar tanto homens quanto mulheres de "cara" sem que isso seja considerado afronta…
  •  

  • É comer pizza com catchup sim, e daí?!?!
  • Ter certeza de que esta é a cidade mais linda do mundo, mesmo sem conhecer nenhuma outra.
  • É ir para outra cidade e ficar procurando algum morro para se localizar
  • Falar com o "R" arrastado e com o "S" com som de "X" e exagerar ainda mais quando está perto de paulistas.
  • Saber que as maiores torcidas do mundo estão aqui!
  • Saber que o maior estádio do mundo é o Maracanã.
  • Saber que a maior floresta urbana do mundo é a Floresta da Tijuca (mesmo não sendo, a maior é a Pedra Branca, também no Rio).
  • Saber que a maior favela do mundo é a Rocinha (mesmo não sendo)
  • Entender porque a maioria dos estrangeiros acham que o Rio de Janeiro é a capital do Brasil.
  • Ficar reclamando do JK por ter transferido a capital para Brasília
  • Aplaudir o pôr-do-sol no posto 9.
  • Beber no posto antes da night
  • Comer no Cervantes, na Guanabara ou em um trailer de cachorro-quente depois da night.
  • Parar no meio da night estrategicamente no Bar do Osvaldo e depois…… (quem conhece sabe… quem nunca foi vai continuar na curiosidade)
  • Guess where Guess who por MorganaChegar na boate à uma da manhã e sair às duas.
  • Ver o nascer do sol na praia depois da night.
  • Ficar feliz com o início do horário de verão, porque isso significa uma hora a mais na praia.
  • Agir com naturalidade ao encontrar artistas globais na rua.
  • Buzinar assim que o sinal abre.
  • Tomar mate sempre que estiver com sede.
  • Torcer para alguma escola de samba, mas viajar no carnaval por que a cidade fica cheia de pessoas chatas.
  • Sair no bloco do Suvaco e no Simpatia é Quase amor.
  • Sair da Faculdade na segunda-feira e passar no Baixo-Gávea pra tomar uma gelada.
  • Ir à praia sempre no mesmo lugar.
  • Acampar na Ilha Grande pelo menos uma vez na vida.
  • Odiar os argentinos que vão para Búzios nas férias e tratam as brasileiras como lixo.
  • Passar horas na academia, nem que seja fazendo social.
  • Nunca ter ido a São Paulo e não ter a menor vontade de ir.
  • Ter amigos no condomínio onde mora.
  • Um sábado carioca por Cora RonaiTer amigos na academia onde malha.
  • Fazer amigos na praia.
  • Ir ao shopping fazer compras e não fazer social, porque isso é coisa de "turista"…
  • Estar sempre perto de uma favela.
  • Morrer de rir ao ver "turistas" dançando funk na televisão, como se esta fosse a última moda.
  • Usar os engarrafamentos para comprar biscoito Globo e apreciar a paisagem.
  • Ler o Diário do Rio :-)
  • E principalmente…  Amar e respeitar muito esta cidade porque, mesmo com todos os seus problemas, ela é a CIDADE MARAVILHOSA!!!!!!

     

    Não bastou? E esse texto de Renata Maneschy:

     

    Ser carioca

    Pescador Carioca por Cesar OkadaÉ duro admitir mas ser carioca é falar sem medir consequências. É dizer “vem” e se assustar com o tocar da campainha.

     

    Ser carioca é não ter hora de ir pra praia nem ter hora pra sair de lá. É de repente nem aparecer. É a cultura da espontaneidade que só quem é, sabe. Só quem mora no Rio, entende. É mudar de opinião, mudar de atitude ao sentir vontade. Desejo, logo faço. Não quero, tudo bem.

    É ser sincera ao falar e verdadeiro ao omitir. É viver sem obrigações. Ser responsável com o seu querer.

     

    Me desculpem os paulistas, mas ser carioca é ser natural. É confiar nos próprios instintos.

    É encontrar com celebridade na rua e virar o rosto para olhar o pôr-do-sol. É ser blasé com a própria rotina. É sorrir para o surreal.

     

    É sair para a night de havaianas e cabelo molhado. Ir para o shopping como quem muda de cômodo. É fazer de tudo uma ida à esquina. É ver o inédito como óbvio. É dizer sim sem balançar a cabeça e depois virar pro lado e dizer: “Ahn?”

     

    Ser carioca é voltar pra casa depois de trabalhar e olhar a paisagem verde. É dormir até tarde sem pressa de viver. Porque a vida está lá fora. A natureza é aqui. Sem pressa, sem compromisso. É apenas sentir.

     

    É gostar de roda de samba na esquina. Sem clube nem turma. É ser amigo do estranho. É ver corpos bonitos passar e poder contemplar a beleza de ser e de estar.

     

    É viver na cidade maravilhosa e não se orgulhar de monumentos. É sorrir para qualquer mendigo na rua. É conhecer barulho de fuzil, ter medo mas não se afligir.

     

    Ser carioca é se permitir.

  •  

     

    Fotos: Na janela do meu quarto por Rodrigo Favero

    Guess where??? Guess who??? por Morgana

    Um sábado carioca por Cora Ronai

    Pescador Carioca por Cesar Okada

    Comente

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui