Luz no fim do tunelNão é só a York que tem rodízio (sei que foi horrível essa) mas a nossa cidade pode ter que adotar um, ao exemplo de Sampa. O trânsito está cada dia mais insuportável, trajetos pequenos demoram períodos intermináveis, eu sou capaz de escutar um Nerdcast inteiro só na vinda e na volta vai na OI FM mesmo.

 

Mas o rodízio sempre é cercado por polêmica. Se por um lado tira parte da frota privada das ruas, por outro algumas pessoas comprar um 2o carros em péssima situação para rodar no período. Algumas empresas, por outro lado, permitem que os funcionários cheguem antes do horário de início do rodízio e saiam antes dele retornar (o rodízio funciona no horário de rush). Mas está longe de funcionar perfeitamente em São Paulo, já que os engarrafamentos históricos continuam.

Fiz a pergunta na Fan Page do Diário do Rio e deu para perceber pelas respostas que ficamos em um impasse. Muito carioca é a favor e outros contra. O que todos concordam é que o trânsito carioca só tem piorado e mesmo com as “Trans” elas só servirão como paliativo ou para levar o engarrafamento para outro lugar.

 

Se pegarmos o caso de Jacarepaguá dá para perceber o problema do transporte carioca. O bairro cresceu absurdamente nos últimos anos e houve investimentos no trânsito, seja na Estrada dos Bandeirantes, na Cândido do Benício e na própria Linha Amarela. Mas só o investimento em vias não adianta, até porque tem limite para o crescimento delas.

 

A questão é, será que o rodízio começa a ser uma boa ideia tamanha é a situação péssima do trânsito?

 

Foto: A luz no fim do túnel por marcaobxd

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui