Apesar daqueles que ODEIAM a cidade, reclamando de tudo, dizendo que nossa cidade é a pior do mundo e outras barbaridades (coisa de gente que nunca pisou fora do Rio e só conhece o mundo pelo cinema), a maioria dos cariocas vem mostrando que a cidade sorri e que vivemos um momento mágico.

Leia a matéria de O Dia falando sobre nosso otimismo que volta a aumentar (digo, o Rio sempre foi lindo mas agora muitos abrem os olhos).

Rio sonha com novos Anos Dourados

O carioca anda pelas ruas e vê uma viatura tinindo de nova a cada esquina. Vai aos estádios torcer pelo Brasil no Pan e vê o país quebrar seu recorde de medalhas de ouro. Informa-se pela TV sobre parcerias que garantem investimentos bilionários em infra-estrutura e transporte. Abre o jornal e se ufana ao ver que um time do Rio está na liderança do Campeonato Brasileiro.

Nos últimos meses, e, em particular, durante os Jogos Pan-Americanos, o Rio viveu dias que fizeram lembrar os dourados anos 1950. O Pan, a eleição do Cristo, o Live Earth e a queda nos índices de criminalidade renovaram as esperanças do carioca, que agora sonha em pegar emprestado o brilho das 161 medalhas conquistadas pelo Brasil (só Thiago Pereira, na foto, conquistou 8) e, após décadas perdidas, entrar em uma nova era de paz e prosperidade.

O prefeito Cesar Maia é um dos que acreditam que o momento de euforia pode se prolongar numa fase de otimismo e esperança como a “Era JK”: “O Rio está equipado e preparado para isso”, diz. Mesmo após os atritos com o presidente Lula, o prefeito confia na continuidade da sinergia dos governos estadual, municipal e federal, que marcou a realização do Pan: “A colaboração administrativa nada tem a ver com a oposição politica”.

LEIA MAIS NO SITO DO O DIA.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui