Obras no Terminal Gentileza vão fechar o acesso da Avenida Brasil à Leopoldina

A conclusão do Terminal, em setembro, poderá bagunçar o trânsito carioca, pois a pista lateral da Avenida em direção ao Centro será desviada por dentro do bairro de São Cristóvão

Foto: Beth Santos/Prefeitura do Rio

A partir do dia sete de setembro, (07/09), a Prefeitura do Rio vai fechar o acesso da pista lateral da Avenida Brasil à Leopoldina, para a conclusão do Terminal Intermodal Gentileza, parte do corredor Transbrasil. Segundo informações, um novo acesso será construído quando a obra acabar, em 2023.

Com as obras, o trânsito sofrerá algumas modificações. A pista lateral da Avenida Brasil em direção ao Centro será desviada por dentro do bairro de São Cristóvão, na Rua da Igrejinha, Rua Benedito Otoni, Rua São Cristóvão e Avenida Pedro II, até chegar na Avenida Francisco Bicalho.

A colunista do jornal Extra, Berenice Seara, afirma que 173 linhas de ônibus e 23 de vans, a maioria da Baixada Fluminense, Niterói e São Gonçalo, serão impactadas com a mudança.

Berenice ainda conta que os engenheiros da Detro-RJ não foram consultados sobre as obras, mas realizaram cálculos e estudos sobre o cenário. A partir do dia sete, o ponto de ônibus em frente ao Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia (Into) será o último dos que existem hoje naquele trecho. Depois disso, os passageiros só poderão descer na Avenida Francisco Bicalho, na altura da antiga Estação da Leopoldina.

“Serão perdidos, nessa obra, todos os pontos no caminho, entre eles, o da Rodoviária Novo Rio“, afirma Seara.

A Secretaria Municipal de Transportes esclareceu, ao jornal Extra, que realizou neste mês de agosto quatro reuniões com o Detro, responsável pelo planejamento dos itinerários das linhas intermunicipais, para informar sobre as mudanças viárias necessárias na Avenida Brasil devido às obras do Terminal Intermodal Gentileza. As interdições também foram comunicadas à Secretaria Estadual de Transportes.

A Prefeitura ainda aguarda as informações solicitadas por ofícios ao Detro sobre a quantidade de ônibus que trafegam pela pista central e lateral da Avenida Brasil a cada hora para fins de estudos. Em relação aos pontos de ônibus na região onde acontecem as intervenções, o assunto está sendo analisado em conjunto com a CET-Rio.

Advertisement

11 COMENTÁRIOS

  1. Infelizmente São Cristóvão mais uma vez sofrerá por falta de um planejamento estratégico. Os consumidores desse serviço deveriam sairão perdendo como sempre .

  2. Se não faz obra, a galera reclama. Se faz obra, a galera reclama… po, querem o que? Que os ônibus passem sobrevoando? Essa obra vai revitalizar aquela área, esse já era o plano a mais de 15 anos. Lembram?! O trump, bem antes de ser presidente, até comprou terrenos ali, ia construir dois prédios comerciais, desistiu pq não houve revitalização calma aí galera, se fizer tudo certinho, vai ficar bom!

  3. “”Prefeitura ainda aguarda as informações solicitadas por ofícios ao Detro sobre a quantidade de ônibus que trafegam pela pista central e lateral da Avenida Brasil a cada hora para fins de estudos. Em relação aos pontos de ônibus na região onde acontecem as intervenções, o assunto está sendo analisado em conjunto com a CET-Rio.” Das duas uma, ou a materia esta mal feita e mal informada ou a Prefeitura vai começar as obras ainda com analises importantes a serem feitas e la na frente vai ter qur refazer …sendo o prazo , provavelmente ja superfaturado, de 2023 adiado em mais uns 5- 6 anos por ai … Igual as obras olimpicas … E o povo que espere …pq nao podem reclamar …afinal estao fazendo alguma coisa né?! Oremos para que seja só uma materia mal feita!!

  4. Obras na av Brasil, são o pior exemplo de como um governo,atrás do outro, diga se de passagem, consegue prejudicar a população, principalmente os que moram na zona oeste do Rio, obras que não acabam nunca, já vamos pra 10 anos de obra nessa Av maldita, e o pior , já está tudo abandonado, Deodoro, Guadalupe, Irajá, tem vários trechos onde obras estão paralisadas a mais de 2 meses.

  5. Muitos aqui preocupados com São Cristóvão, o que é muito válido, levanto também a questão de acesso ao Centro, ultimamente tem demorado muito mais do que o normal, imagina quando fecharem aquele trecho! Quem precisar se deslocar por esse trecho terá que sair de casa com 3 horas de antecedência! Não dá nem pra pegar um metrô. :@

  6. Alguém sabe dizer se terá um acesso exclusicvo da Rodoviária Novo Rio ao Terminal Gentileza e vice-versa para facilitar o acesso de quem chega e sai do Rio, facilitando a conexão aos meios de transportes, sem que seja atravessando por solo a Avenida Francisco Bicalho?

    Em Campinas é assim, a Rodoviária é interligada ao Terminal De Ônibus de lá, e é uma beleza, principalmente no quesito segurança para quem chega e sai da cidade.

  7. Isso é um absurdo, como desviar mais de 100 linhas de ônibus e mais de 20 vans por um único trecho e mesmo assim por dentro de São Cristóvão. Como ficam os moradores com esse transtorno todo. Será que só existe essa solução? Como sempre São Cristóvão tratado como bairro lixo! Parabéns Prefeito!

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui