Foto: (Divulgação Subprefeitura da Tijuca)

Uma operação de Ordenamento Urbano realizada na manhã deste domingo (11/4), relocou trabalhadores e comerciantes para o novo complexo de lojas-boxes construído pela Prefeitura, com parqueamento e estacionamento, para acolher os comerciantes e gerar renda e novos empregos.

As 18 lojas, que já estavam desocupadas, ficavam nas edificações irregulares, construídas às margens da rua São Francisco Xavier, entre o viaduto da Mangueira e o Trevo da UERJ, no Maracanã, e demolidas hoje pela manhã.

A ação conjunta entre as Secretaria de Ordem Pública (SEOP) e de Conservação (Seconserva), coordenada pela Subprefeitura da Grande Tijuca, contou com apoio das Secretarias de Infraestrutura, de Habitação, Rioluz, Cedae, Comlurb, 6° batalhão de Polícia Militar e da Guarda Municipal.

Segundo o subprefeito Wagner Coe, a força tarefa já estava programada e transcorreu de forma tranquila e organizada. Os boxes já estavam desocupados, antigos moradores, que residiam no local receberão aluguel social temporário, comerciantes já estão iniciando a ocupação do novo complexo de lojas.

Estiveram presentes, acompanhando toda a operação, o vice-prefeito Nilton Caldeira, os secretários Breno Carnevale (SEOP), Ana Laura (Conservação) e o subprefeito da Grande Tijuca Wagner Coe.

1 COMENTÁRIO

  1. Estas construções irregulares que sempre ocupam as margens da rua São Francisco Xavier, entre o viaduto da Mangueira e o Trevo da UERJ, no Maracanã, vira e mexe são demolidas e em seguida reconstruídas.

    Isso acontece porque a prefeitura do Rio de Janeiro não faz o que precisa ser feito, não faz seu dever de casa, e não se dá ao trabalho de ocupar aquela grande área sempre ociosa e maltrapilha. E sempre disponível para novas construções irregulares !!!

    Por que não se constrói uma bela e BEM ARBORIZADA praça (veja as praças de Moscou na Internet, para saber o que é isso…) neste local ocioso, que sempre tem ocupações desordenadas ?

    A prefeitura do Rio de Janeiro precisa fazer construir neste grande local uma praça no estilo da bela Praça Paris no Centro do Rio – simples assim !!!

    A favela da Mangueira está praticamente a dez minutos do Centro do Rio, e não tem o tratamento que merece e TEM que ter ! A Mangueira, por sua importância e sua estratégica localização, já deveria ter sido anexada ao resto da cidade como um bairro com vida própria, com todas as facilidades de qualquer outro bom bairro de nossa cidade.

    Vale lembrar que a Mangueira, para além de ser uma excelente escola de samba, tem vários atrativos no local, como Museu do Samba, a Escola de Samba Mangueira do Amanhã, a Vila Olímpica da Mangueira, o Instituto Mangueira do Futuro, o Museu do Futebol no Maracanã.

    E a Mangueira fica ao lado do Maracanã e da UERJ, e bem próxima ao bairro de São Cristóvão (pode-se ir até lá pela passarela que liga o Maracanã à Quinta), da Quinta da Boa Vista, do ZooParque, da Feira de São Cristóvão, do excelente MAST – Museu de Astronomia e Ciências Afins, do Museu Militar Conde de Linhares, da Cadeg, do Palacete Laguna, da Floresta da Tijuca, do Shopping Tijuca, etc…

    A Mangueira precisa passar por uma enorme requalificação, como as belas e simples casas de Santorini, na Grécia, que são atrações turísticas gigantescas e bombam o ano inteiro, trazendo muitos recursos financeiros àquele país.

    Santorini (na Grécia), Amalfi e Positano (na Itália) são tudo o que as favelas brasileiras poderiam ser e que não são, por falta de vontade política destes torpes, podres, ladrões, corruptos, meliantes, embusteiros e quadrilheiros políticos cariocas e brasileiros !!!!!!!!!!!!!

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui