A Operação Ralo Limpo recolheu mais de 81 toneladas de resíduos dos ralos e bueiros da cidade / Divulgação

Em operação coordenada pelo Centro de Operações Rio (COR), a Operação Ralo Limpo, da Prefeitura do Rio de Janeiro, retirou 81 toneladas de resíduos em 12 dias de atuação, com a limpeza e a desobstrução de 1.258 bueiros em 14 vias com maior recorrência de alagamentos e bolsões de água na cidade. A operação foi empreendida no período de 5 a 19/07. A iniciativa faz parte do planejamento estratégico do Plano Verão 21/22, para o período chuvoso entre os meses de novembro de 2021 e abril de 2022.

A novidade da Operação Ralo Limpo deste ano foi a sua antecipação em 2 meses, permitindo que o trabalho fosse concluído antes do período chuvoso, além de permitir o desenvolvimento de projetos e soluções a longo prazo. As operações de limpeza ocorreram fora dos períodos de rush, para minimizar os impactos no trânsito.

A Operação Ralo Limpo contou com a participação de 220 profissionais, entre garis da Comlurb e equipes da Secretaria de Conservação, que, até o dia 16 de julho, limparam ou participaram da limpeza de 1.258 ralos nas avenidas Presidente Vargas, no Centro; Francisco Bicalho, no Santo Cristo; Armando Lombardi, Ministro Ivan Lins e Ayrton Senna, na Barra da Tijuca; Ministro Edgard Romero, em Madureira; e Ernani Cardoso, em Cascadura; nas ruas Bela, em São Cristóvão; Silva Freire e Vinte e Quatro de Maio, no Engenho Novo; Bulhões de Marcial, em Vigário Geral; estradas da Pedra, em Guaratiba; e do Galeão, na Ilha do Governador; e no Campo de São Cristóvão.

Com a intensificação dos trabalhos por parte da Prefeitura, 597 caixas de ralos foram limpas e 3.798 metros de rede de drenagem desobstruídos. Até o mês de setembro, 50 vias da cidade serão contempladas pela Operação. O trabalho contará com as participações do Centro de Operações Rio, das equipes da Rio Águas, CET-Rio, Guarda Municipal e todas as subprefeituras.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui