Foto: Leo Martins

Ora Pois, novo bar com a pegada das tascas lisboetas mais contemporâneas acaba de aterrissar na Barra da Tijuca à beira mar. 

Na varanda com vista para o mar ou no salão, é possível experimentar um menu de gastronomia lusitana, tudo feito pelas mãos dos chefs Clóvis Florêncio, que atuou por 37 anos no Antiquarius e Paulo Giovani.

Os Petiscos

Foto: Leo Martins

Para começar, os clássicos petiscos vão desde a açorda de bacalhau – prato simples, típico da parte mais rural do Alentejo, aqui ganhou uma versão com menos água – (R$ 39) com azeite de coentro e azeitonas pretas; passando pelo crustáceo que é muito consumido em Portugal, o camarão em sua versão à moda dos craques (R$75), chega à mesa ainda na panelinha.  

Seguindo pela região da Estremadura – uma província histórica de Portugal, estabelecida na Idade Média e extinta no século XIX – é de lá as raízes das pataniscas, empanados tradicionais que podem ser de peixe (R$ 75) ao molho tártaro ou bacalhau à moda de Évora (R$ 65), esse último vem empanado na cerveja, servido com pasta de azeitonas pretas; até chegar aos bolinhos, croquetes e pastéis e o bolinho de bacalhau. Destaque também para os bolinhos de arroz de pato com queijo da Serra da Estrela – região central lusitana – (R$ 31 – com 6 unidades) e o croquete de costelão (R$ 35 – com 6 unidades). 

Temos o Imóvel que você procura. Block Imóveis

Sanduíches – clássicos portugueses 

No Ora Pois, os sanduíches chegam em três versões: francesinha (R$ 32), prego (R$ 31) e a sande de pernil de cordeiro (R$ 38). O primeiro vem da região norte, do Porto, e é feito com muitos ingredientes suculentos como muçarela, presunto, bife, linguiça e molho de tomate, escoltado por fritas – tudo no pão de forma.  

Já o segundo é conhecido como o mais portuga dos sanduíche, um ícone das tascas. Leva filé mignon feito com manteiga, alho e queijo da serra e é acompanhado por batata chips. O terceiro, também é um clássico do Porto, feito com carne de cordeiro – uma das carnes mais consumidas em Portugal – com hortelã, tomate, alface e cebolas crocantes. Aliás, sandes é a forma como os portugueses chamam os sanduíches.  

Pratos principais 

Foto: Leo Martins

Falando em pratos principais, são tradicionais e, as vezes, levam um toque brasileiro. Para agradar ao paladar brasileiro, no Ora Pois, o arroz de pato (R$ 85) chega à mesa molhadinho – um pouco diferente do português que é mais seco.  

Outra boa pedida é o camarão Ora Pois (R$ 135), com o leve molho de curry é servido com arroz de açafrão. Já o bacalhau que leva o nome da casa (R$ 98) é inspirado no conhecido bacalhau à brás e parece de fácil preparo, são apenas 3 minutos para ficar pronto, mas precisa do olhar atento do chef para que a batata palha e os ovos mexidos fiquem no ponto correto e o segredo é não parar de mexer – essa receita é típica de Lisboa, mais precisamente do Bairro Alto. O cabrito assado (R$ 82) tem seus pedaços são assados no forno, assim como a batata que o acompanha, e o arroz é feito no molho da carne. 

Doce com muito ovo 

Foto: Leo Martins

Na ala das sobremesas, nos doces tradicionais que fecham a experiência lisboeta com chave de ouro. Ovos moles de Aveiro com aquele toque especial de canela (R$ 18); toucinho do céu (R$ 18); rocambole de laranja com a calda feita com a própria casca da fruta (R$ 18); pastel de belém (R$ 18); e a sericaia (R$ 18)!  

Serviço 

Bar Ora Pois 
Rua Prof. Coutinho Fróis 10, Barra da Tijuca. 
Segunda a quinta-feira, de 12h à 0h |Sexta e sábado, de 12h à 1h |Domingo, de 12h às 22h 
@bar.orapois 

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui