Calçadão de Ipanema | Foto: Reginaldo Pimenta

O fim de ano no Rio contou com diversas medidas de restrições para evitar aglomerações nas orlas e nas praias cariocas. Entretanto, na prática, as recomendações não estão sendo seguidas. Na manhã desta quinta-feira (31/12), muitos banhistas foram flagrados caminhando na orla da cidade sem máscaras. Além disso, apesar de estar proibido, muitos veículos estavam estacionados em frente às praias.

De acordo com a Secretaria Municipal de Ordem Pública (Seop), cerca de 58 veículos em vias com proibição de estacionamento definidas pela CET-Rio foram removidos nas orlas da Zona Sul e Zona Oeste desde às 21h desta quarta-feira (30/12). Ainda segundo a Seop, foram aplicadas mais de 160 multas nos três pontos de bloqueios montados nas principais vias expressas do município para impedir o acesso de vans, ônibus e micro-ônibus intermunicipais.

A fiscalização nesta quinta também está sendo grande em relação aos vendedores de produtos nas praias. De acordo com informações da Subsecretaria de Licenciamento, Fiscalização e Controle Urbano, da Secretaria Municipal de Fazenda, o comércio ambulante nas orlas da Zona Sul e Zona Oeste foi vistoriado e 58 itens foram apreendidos, dentre eles barracas, mesas, cadeiras, bebidas e caixas térmicas.

Devido à alta de casos de Covid-19, para evitar aglomerações, a Prefeitura do Rio decidiu estender as restrições da noite de Réveillon, que ocorreriam apenas em Copacabana, para toda a orla da cidade. Além disso, a Prefeitura proibiu que haja queima de fogos, uso de aparelhos de som e estacionamento na orla.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui