Guia do Podrão“A coisa tá preta e o seu nome tá no meio”, “cada centavo economizado é um centavo ganho”, os econômicos, os universitários ou simplesmente os sem grana, e aqueles que saem da night após terem gasto tudo em bebida se sente obrigado a procurar formas de alimentação, digamos, alternativa. Assim o carioca acaba sempre caminhando com uma mistura de coragem e inocência para aquele trailer, aquela van, aquela barraquinha, que vende um clássico carioca, o Podrão.

Que jogue o primeiro guardanapo engordurado quem nunca provou um podrão, na Freguesia de Jacarepaguá, por exemplo um dos maiores points é o Cachorro-quente da Tia, no Largo da Freguesia, que já tem mais de duas décadas. Mas todos as partes do Rio de Janeiro tem o seu próprio podrão e faltava um guia para apresentar estes clássicos da gastronomia carioca.

E isso uma galerinha resolveu e criou o blog Guia do Podrão com suas impressões sobre estes espaços do Rio. Eles dão nota para o preço, eficiência, tentativa (se é bom ou não) e até um VRC (que seria algo como a possibilidade de passar mal com a comida). O único problema que vi no guia é o excesso de 10, é aquilo, se tudo é bom nada é bom…

Também tem uma página no Facebook muito bem humorada. Claro que com meu atual estômago e com uma nutricionista como a Simone nem posso mas passar nestes lugares, só acompanhar mesmo as desventuras.

O pessoal do blog, com a bravura e a loucura de um gladiador, vai conhecendo cada um destes locais, seja em Jacarepaguá, Tijuca ou Ilha do Governador. E enquanto o blog é atualizado, o mapa deles também. Vale a pena acompanhar:


Ver Mapa compreto dos podrão num mapa maior

Quintino Gomes Freire

Diretor-Executivo do Diário do RIo e defensor do Carioca Way of Life

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui