Foto: Reprodução Internet

A cidade que homenageia o Ex-Presidente da República Nilo Peçanha (1909-1910) tem para as eleições 2020, seis pré-candidatos a Prefeitura da cidade. Nilópolis é conhecida no cenário nacional e internacional como a terra da GRES Beija-Flor, maior campeã do carnaval carioca na era Sambódromo.

Há dias atrás, o prefeito Farid Abrão anunciou sua aposentadoria no programa Deles & Delas, e apresentou o sobrinho e vereador Abraão David Neto, como sucessor. Este quadro mudou e Farid já anuncia pela cidade a intenção de disputar a reeleição.

Outro baluarte que deseja concorrer é Simão Sessim que governou a cidade nos anos 70 e teve seu filho, Sérgio Sessim, prefeito entre 2008 à 2012. A família Abrão e Sessim, sempre caminharam juntas na cidade no revezamento do poder.

Nessa disputa familiar, as atenções se voltam para o bicheiro Anísio Abraão David, irmão de Farid, primo de Simão e o poderoso chefão do grupo. Ele já interferiu duas vezes na disputa da caneta e foi quem definiu que Farid, deveria ser candidato a prefeito de Mesquita em 2012 para não concorrer contra Sérgio Sessim. No fim, ambos perderam.

Por ordem alfabética, as fotos abaixo, relacionam os principais nomes que até a presente data, manifestaram suas pré-candidaturas.

DEDINHO (Solidariedade)

Foto: Reprodução Internet

Jorge Henrique da Costa Nunes, o Dedinho, é filho do ex-presidente da Câmara e vereador Jorge Henrique Nunes Dedão, que fundou o PDT no município e exerceu por 18 anos o cargo legislativo, sendo duas vezes, também presidente da Câmara. Dedinho é servidor público e está em seu quinto mandato de vereador e no quarto na presidência do poder legislativo. Em maio deste ano, foi preso acusado de encomendar por R$ 200 mil reais a morte do vereador Betinho (PTB) que entrou com um mandato de segurança para anular um ato de Dedinho, sobre a disputa para a presidência da Câmara. Dedinho, ganhou a liberdade logo em seguida, após a justiça acatar um habeas-corpus.

FARID ABRÃO (PTB)

Foto: Reprodução Internet

Farid Abrão é advogado, iniciou na política exercendo a função de chefe de gabinete no governo de Miguel Abrahão. De 1987 a 2000 foi Deputado Estadual e constituinte, participando da elaboração da nova Constituição do Estado do Rio de Janeiro, em 1989.

Em 2000, foi eleito prefeito de Nilópolis e em 2004, reeleito. Ao fim de oito anos de governo Farid Abrão deixou a prefeitura de Nilópolis com 83% de aprovação popular e deixou a cidade conhecida pelo “Selo de Cidade Livre do Analfabetismo” e o reconhecimento internacional de cidade com melhor qualidade de vida da Baixada Fluminense.

Em 2012, impedido pelo irmão Anísio Abrahão David de concorrer a Prefeitura de Nilópolis para não prejudicar a reeleição (perdida) de Sérgio Sessim, veio candidato a prefeito de Mesquita, ficando em 2° lugar. Em 2014, concorreu a deputado estadual, sendo eleito para seu quinto mandato na Alerj. Em 2016, concorreu contra o então prefeito Alessandro Calazans (MDB) e venceu a disputa com mais de 60 mil votos.

JUAN MEDEIROS (PSDB)

Foto: Reprodução Internet

Os tucanos comandados por Paulo Marinho, escolheram o empresário e presidente da Associação Comercial e Empresarial de Nilopolis, Juan Medeiros para representar o partido nas eleições 2020. Juan será candidato pela primeira vez e possuí experiência na área do empreendedorismo e formação em Gestão Comercial pela Estácio de Sá e Tecnologia da Informação pela UNISUAM.

RODRIGO NECA (PDT)

Foto: Reprodução Internet

Advogado e filho do ex-prefeito Neca (1993-1996), Rodrigo foi candidato a deputado estadual nas eleições de 2018 e ocupa a primeira suplência do PROS. Rodrigo em 2016, foi candidato a vice-prefeito na coligação do prefeito Alessandro Calazans (MDB) que foi derrotado pelo atual prefeito Farid.

SIMÃO SESSIM (PP)

Reprodução Internet

O decano da família Sessim e David na política, chama-se Simão Sessim. Lendária figura política na Baixada Fluminense, Simão exerceu o mandato de prefeito pela ARENA, entre 1973 à 1977 e durante dez mandatos consecutivos (1979-2019), exerceu a função de deputado federal.

Faltou na votação da Emenda Dante de Oliveira que propunha eleições diretas no país, mas contrariou seu partido, votando em Tancredo Neves no Colégio Eleitoral

Em 1992, votou favorável à abertura do processo de impeachment do ex-presidente Fernando Collor. Em 1996, foi candidato a Prefeitura de Nilópolis e derrotado pelo pedetista José Carlos Cunha, então candidato a sucessão do prefeito Neca (1993-1996).

Em seu último mandato na Câmara, votou favorável ao impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff e contrário as duas propostas de investigação ao ex-presidente Michel Temer.

Em 2018, disputou o 11° mandato não sendo reeleito. Em 2019, foi nomeado pelo governador Wilson Witzel (PSC), representante do Governo do Estado do Rio de Janeiro, em Brasília.

WANDER OLIVIEIRA (PTC)

Reprodução Internet

O empresário mais conhecido como WO, contará nas eleições de 2020 com o apoio da família Garotinho. É nascido e criado no município, formado em Marketing, Pós Graduado em Vendas e Negociação, com MBA em Gestão de Negócios.

Atua a mais de 10 anos como gestor de um grupo de Supermercados.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui