OSB encerra Temporada 2018, dias 26 e 27, no Theatro Municipal

Obras de Johann Strauss, Johann Strauss Jr, Josef Strauss e Franz Von Suppé compõem o programa do concerto “Uma Noite em Viena”, que marca o encerramento da Temporada 2018 da Orquestra Sinfônica Brasileira, dias 26 e 27 de dezembro, no Theatro Municipal do Rio de Janeiro. Com regência do maestro Lee Mills, a orquestra levará ao palco uma seleção de valsas, polcas e marchas austríacas. A Orquestra Sinfônica Brasileira conta com a Lei Rouanet e tem a NTS como mantenedora, Vale, Brookfield e Eneva como patrocinadoras. A produção é mais uma parceria entre a Fundação OSB e a Fundação Theatro Municipal (que conta com o patrocínio Ouro da Petrobras).

“Uma Noite em Viena” é um programa inspirado na tradição musical vienense que, desde 1939, realiza populares concertos de ano novo com Valsas, Polcas e Marchas, transmitidos para cerca de 1 bilhão de pessoas, em mais de 50 países. Uma homenagem também a uma antiga tradição da Orquestra Sinfonica Brasileira, que, em sua primeira década de existência, mais precisamente de 1941 a 1948, realizou regularmente o Festival Strauss, chegando a fazer sete festivais por ano, devido ao enorme sucesso.

[iframe width=”100%” height=”90″ src=”https://diariodorio.com/wp-content/uploads/2018/11/index.html”]
Cada vez mais, o Shopping Paço do Ouvidor se fortalece como ponto de encontro no Centro do Rio.
Passa no Paço.

Abrindo a noite, obras de Johann Strauss Jr., compositor considerado “O Rei da Valsa”: A abertura da ópera “O Morcego”, de 1874, seguida de “Contos dos Bosques Vienenses”, de 1868, que recorda a música popular dos habitantes dos bosques de Viena. Sua “Valsa do Imperador”, terceira peça do programa, foi concebida como um brinde musical simbólico do imperador austríaco Francisco José I ao Kaiser Wilhelm II, na ocasião de sua visita à Prússia. Na sequencia, “Vinho, Mulher e Música”, de 1869. A abertura de “O Barão Cigano”, de 1885, próxima obra do programa, traz uma mistura inteligente de estilos musicais húngaros e vienenses. Sua polca “Tritsch-Tratsch”, a “polca da fofoca”, leva o nome de um jornal satírico vienense e foi composta em parceria com seu irmão Josef. E é de Josef Strauss a obra seguinte: “A prova de fogo” – uma polca francesa de 1869.

De Franz Von Suppé, a orquestra apresentará a Abertura “Cavalaria Ligeira”. Embora esta opereta de intrigas amorosas e ambientada em uma vila austríaca do século XIX seja raramente executada, sua abertura é uma das composições mais populares do compositor. Fechando o concerto de fim de ano, a “Marcha Radetzky” do patriarca da família Strauss, Johann Strauss I.

Bem Brasileira_047

Orquestra Sinfônica Brasileira

Lee Mills, regência

PROGRAMA:

  • Johann Strauss Jr. – Abertura da ópera O Morcego
  • Johann Strauss Jr. – Contos dos Bosques Vienenses
  • Johann Strauss Jr. – Valsa do Imperador
  • Johann Strauss Jr. – Vinho, Mulher e Música
  • Johann Strauss Jr. – Abertura da opereta O Barão Cigano
  • Johann Strauss Jr. – Tritsch-Tratsch-Polka
  • Johann Strauss Jr. / Josef Strauss – Polca Pizzicato
  • Josef Strauss – À Prova de Fogo
  • Franz von Suppé – Abertura da opereta Cavalaria Ligeira
  • Johann Strauss – MarchRadetzky

SERVIÇO:
“UMA NOITE EM VIENA
Valsas, Polcas e Marchas para celebrar o fim do ano“
Orquestra Sinfônica Brasileira no Theatro Municipal do Rio de Janeiro
Dia 26 e 27 de dezembro de 2018, às 20h
Local: Theatro Municipal do Rio de Janeiro
Endereço: Praça Floriano, s/nº – Cinelândia, Rio de Janeiro

Ingressos:

  • Frisa/Camarote – R$80(R$40 meia)
  • Plateia – R$80 (R$40 meia)
  • Balcão Nobre – R$60 (R$30 meia)
  • Balcão Superior – R$40 (R$20 meia)
  • Balcão Superior Lateral – R$20 (R$10 meia)
  • Galeria Central – R$20 (R$10 meia)
  • Galeria Lateral – R$10 (R$5 meia)

Classificação etária: Livre
Ingressos antecipados, na bilheteria do Theatro Municipal e através do link:
https://www.ingressorapido.com.br/event/11708/d/50758

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here