Outras cidades do Estado seguem o Rio de Janeiro e adotam medidas restritivas contra a Covid-19

Em Teresópolis, o prefeito Vinicius Claussen adotou medidas mais severas, diante do cenário de UTIs lotadas e transferência de pacientes para outros municípios.

Rua de bares do Leblon durante a pandemia - Foto: Jornal O Globo

Na cidade do Rio de Janeiro, as novas medidas de restrição decretadas por Eduardo Paes passam a valer a partir desta sexta-feira (5/03) às 17h. Outras cidades do Estado do Rio seguem pelo mesmo caminho para evitar o agravamento do contexto sanitário das suas localidades, como acontece em outros estados da federação.

Teresópolis (Região Serrana)

O prefeito reeleito da cidade, Vinicius Claussen (PSC),adotou medidas mais severas, diante do cenário de UTIs lotadas e transferência de pacientes para outros municípios. O consumo de bebida alcoólica em espaços públicos está proibido. Apenas os serviços essenciais podem funcionar após às 23h. Além disso, Teresópolis continua com o sistema de rodízio de CPFs para o comércio e serviços, com algumas exceções como bancos e unidades de saúde. De acordo com as regras da prefeitura, cidadãos com o dígito do CPF par só podem adquirir produtos e serviços de forma presencial nos dias pares e os munícipes com o dígito do CPF ímpar, nos dias ímpares.

Niterói (Região Metropolitana)

As alterações nos horários de funcionamento de estabelecimentos comerciais visam diminuir a concentração de passageiros utilizando o transporte público nos mesmos horários. Bares e restaurantes poderão ficar abertos até 18h, mas sem música ao vivo. As pessoas não pode permanecer em vias ou lugares públicas, entre 23h e 5h, mas podem circular. Os estabelecimentos comerciais de rua abrirão às 10h e fecharão às 19h. Shoppings centers ficarão abertos de 12h às 22h.

São Gonçalo (Região Metropolitana)

O 2º município mais populoso do estado do Rio seguiu na mesma linha da Prefeitura do Rio de Janeiro e adotou medidas restritivas de uso do espaço público. Entre as novas regras, que valem até o dia 11 de março, a partir desta sexta-feira, bares e restaurantes só poderão funcionar até às 18 horas, incluindo praças de alimentação em shoppings. Boates e casas de shows não poderão abrir. São Gonçalo, não entanto, permite que eventos, como casamentos e aniversários sejam realizados, desde que seja respeitado o limite de dois terços de capacidade total do local, com o número máximo de 250 convidados, e a existência do distanciamento de 1,5 metro entre as pessoas.

Macaé (Região Norte Fluminense)

A Prefeitura de Macaé adotará restrição de circulação nas ruas entre 20h às 5h a partir desta sexta-feira, com exceção de serviços essenciais, como ida a farmácias, postos de combustível e serviços de pronto-atendimento de saúde e hospitalares. Além disso, será reduzido a capacidade de público local nos estabelecimentos.

Rio de Janeiro

A capital foi a primeira cidade do Estado a adotar medidas de restrição do espaço público para evitar a disseminação do novo coronavírus.  As medidas entram em vigor a partir desta sexta-feira às 17h e vão até o dia 11/03, em caráter experimental. Há mudanças em vários setores, como a suspensão das atividades comerciais nas praias. Proibição de funcionamento de boates, casas de shows e similares. Haverá limitação de horário ainda para bares e restaurantes entre 6h e 17h, inclusive no interior de shoppings, e para o comércio e outras atividades em geral, que só vão poder funcionar das 6h às 20h, limitados a 40% da capacidade.

Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui