Anéis Olímpicos no Parque Madureira

Zika! Crise político! Estado falido! Ciclovia que cai! Fica difícil acreditar que nossa cidade será sede dos Jogos Olímpicos de 2016, né? Também pensava o mesmo até a chegada da Tocha Olímpica que mostra que a população do Brasil está empolgada com os jogos e com este texto da professora de história Amy Bass, na CNN, em que comenta de problemas em outras cidades sedes das Olimpíadas.

O caso de sede problemática mais recente foi Sochi, na Rússia em 2014. Amy cita que dias antes havia várias reclamações sobre instalações em terras protegidas, pontes obras feitas por sindicatos criminosos, lixo ilegal, água contaminada, legislação anti-gay e crimes de ódio e cães vira latas por todos os lugares. E teve a Olimpíadas de Sochi e foi ótima.

Teve Berlim em 1936 que teve Hitler (viu Temer e Dilma não são tão mal assim). Em 1956 Líbano, Egito e outros países boicotaram as Olimpíadas de Melbourne, por causa da Crise de Suez. E um jogo de polo entre dois países adversários, URSS e Hungria foi tão violento que ficou conhecido como “Sangue na Água”.

Em 1980 mais de 60 delegações, incluindo os EUA, boicotaram os jogos em Moscou, como protesto pela invasão soviética ao Afeganistão. Nos Jogos seguintes, em Los Angeles 1984, a URSS e outros 14 países aliados, devolveram o favor e também boicotaram.

Não podemos esquecer que em 1972, durante as Olimpíadas de Munique, houve um ataque terrorista onde 11 atletas israelenses foram assassinados e ainda assim o então presidente do Comitê Olímpico Internacional disse que “Os Jogos devem continuar”. E nos jogos seguintes, Montreal 1976, tem décadas de dívidas.

Em 1996, Atlanta, teve problema com a bandeira do estado da Geórgia que contém o símbolo dos Confederados (altamente ligado a Guerra Civil americana e ao racismo), as instalações do arco e flecha foi no mesmo lugar que nasceu a Klu Klux Klan moderna e esculturas dos heróis confederados Jefferson Davis, Robert E. Lee and “Stonewall” Jackson.

Pequim, em 2008 e, futuramente 2015, levanta a questão da importância do respeito de um país aos direitos humanos para o COI.

Segurança também foi um problema em Atlanta, quando uma bomba no Parque Centenário Olímpico matou uma pessoa e feriu varias. E em Londres, 2012, ameaças terrorista eram tantas que foi responsável por manter os espectadores longe da cidade.

Quanto a venda de ingresso, em 2004, Atenas que também teve problemas com atrasos em equipamentos e infra estruturas, vendeu apenas 1/3 dos ingressos a um mês dos jogos.

Sim, há vários problemas para nossos jogos, não sabemos quem será o presidente na Abertura dos Jogos, se a PM vai ter salário e tantos outros. Mas nada mais grave que o problema que outras cidades também tiveram. É bola para frente e que venham o Rio 2016.

Os exemplos tirei do texto da professora  Amy Bass, que aconselho a lerem se souberem inglês.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui