Foto: Divulgação

A partir de agora, a designer Erika Flores poderá tomar café da manhã na companhia do cão de estimação. Depois de hotéis, bares e restaurantes, chegou a vez de padarias receberem o selo “Pet Friendly”, do Governo do Estado do Rio de Janeiro, através da Subsecretaria Estadual de Proteção Animal (RJPET).

Fui a uma padaria no meu bairro, com meu cachorrinho no colo, e não pude entrar. Fiquei aguardando meu pedido na calçada, e ali mesmo tive que passar meu cartão para pagar a conta – contou Erika, que completou:

Agora sabendo que estabelecimentos como padarias já estão virando pet friendly, fica mais fácil da gente escolher onde frequentar. Certamente, a vida dos donos de pets tem ficado bem mais fácil agora – disse a designer.

A primeira padaria do Rio de Janeiro certificada pela RJPET fica em Botafogo, na Zona Sul da capital, e já aceita a entrada de pets acompanhados pelos donos no estabelecimento. É a João Padeiro & Co, na R. Arnaldo Quintela, 102. A funcionária pública Priscila Seferian comentou o fato de poder entrar numa padaria pela primeira vez com seus cachorrinhos de estimação.

Antes da criação do selo, a gente ficava meio perdido sem saber se era permitida a entrada dos pets ou não. Mas agora existe o selo exposto no local, o que facilita nossa vida. Essa notícia é sensacional, pois não gosto de deixar meus bichinhos em casa, e a sensação de entrar em uma padaria com eles foi maravilhosa – explicou Priscilla.

O selo “Pet Friendly” foi criado com objetivo de permitir que os animais de estimação façam parte de um público consumidor, além de trazer benefícios para os animais, ajudar positivamente a impactar a economia do estado.

O selo já se tornou um atrativo para as famílias porque os pets já fazem parte da rotina de seus donos. A partir do momento que os estabelecimentos passam a acolher também os animais, todo mundo sai ganhando. E, certamente essa iniciativa tem trazido impactos importantes para a economia do nosso estado. A presença dos animais em todas as atividades do nosso dia-a-dia é uma tendência mundial – afirmou o secretário de Agricultura, Pecuária, Pesca e Abastecimento, Marcelo Queiroz, responsável pelas Políticas Públicas da Subsecretaria de Proteção e Defesa dos Animais (RJPET).

Expectativa de aumento nas vendas

O empresário Adriano Amarante e a esposa sempre foram simpatizantes da presença de animais na padaria. Com o selo, segundo ele, o público não ficará inibido e as vendas tendem a aumentar.

Essa iniciativa é muito importante, ainda mais com apoio do Governo do Estado. As pessoas têm receio de entrar nos locais, mas com o selo na porta facilita tudo: a vida do consumidor, dos animais, a nossa, e, com certeza, ajuda no aumento das vendas. Muitas pessoas não gostam de sair de casa, por exemplo, e deixar os animais sozinhos. Estamos aqui de portas abertas – comemorou o empresário.

Valéria Amarante, também empresária, diz que já tem clientes cães cativos.

Não podem passar aqui na porta sem experimentar um pedacinho do nosso pão. O selo Pet Friendly veio para somar, é a nossa cara, nosso perfil. Amamos animais e acreditamos que eles fazem partem da família – finalizou Valéria.



Toda manhã o resumo do Rio de Janeiro

Quintino Gomes Freire

Diretor-Executivo do Diário do RIo e defensor do Carioca Way of Life

3 COMENTÁRIOS

  1. Como vou tomar café da manhã, com um babão nojento ao meu lado, em casa do dono é outra coisa, fedem o carro, o sofá, o tapete, a cama, aí eu ñ tenho nada com isso.
    Em lugar, que frequento, são outros quinhentos, tá, em tempo, adoro animais, nos seus lugares.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui