Eduardo Paes, prefeito do Rio - Foto: Reginaldo Pimenta/Agência O Dia

A Prefeitura do Rio divulgou nesta semana o calendário de imunização que contempla todos os cariocas acima de 18 anos. Segundo o cronograma, a população adulta da cidade seria imunizada até o fim de outubro. Nesta sexta-feira (14/05), durante entrevista coletiva, o prefeito Eduardo Paes afirmou que chegando a 90% dos adultos cariocas vacinados em outubro, o Rio poderá ter Réveillon e Carnaval.

A boa notícia, se eu pudesse definir em uma frase, é que vamos ter carnaval. Chegando nestas condições, a gente pode ter réveillon, pode ter carnaval, as pessoas podem voltar a se abraçar”, afirmou.

Na quarta-feira (12/05), foi divulgado o cronograma da aplicação da primeira dose que prevê que o público em geral seja vacinado até outubro. Segundo o calendário, está prevista a vacinação de todas as pessoas com comorbidades até o fim de maio. A partir daí começa a imunização de quem tem menos de 60 anos. Serão três dias para cada idade, chegando a 18 anos em 23 de outubro.

Não custa lembrar que isso tudo depende da chegada do imunizante. A gente tem tido nos últimos tempos uma estabilidade na entrega da vacina, principalmente da AstraZeneca”, destacou Paes.

Além disso, Paes também afirmou que a Prefeitura está vacinando menos do que gostaria, devido à restrição dos grupos prioritários, determinada pelo Supremo Tribunal Federal (STF). Na última semana, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) suspendeu a vacinação para os profissionais de educação, segurança pública, motoristas e cobradores de ônibus, transporte escolar e serviços de limpeza urbana.

4 COMENTÁRIOS

  1. Tem que ver isso bem porque, pelo calendário, deve ser considerado que determinadas vacinas a 2ª dose ocorre até 3 meses depois e o efeito imunológico mais 30 dias contados desta dose.
    Ou seja, se o calendário considera que temos grupos recebendo ainda a 1ª dose em outubro, é impossível um evento de grande porte, salvo para quem tenha comprovação de plena imunidade com exame atestando – sob pena de regredir os trabalhos.

  2. Apenas se houver as 2 doses e o tempo de espera é garantida a eficácia.

    Como garantir isso se o país está sem o IFA para produzir as vacinas???

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui