Foto: Myke Sena/MS

Na noite desta terça-feira (21/09), o prefeito Eduardo Paes realizou uma transmissão ao vivo nas redes sociais e falou sobre a vacinação no município e a exigência do passaporte sanitário.

Segundo Paes, a imunização foi estimulada através da medida e isso pode ser percebido nos números.

Para vocês terem uma ideia, nós tínhamos empacado em mais ou menos 95% da população adulta vacinada. Com o passaporte, a gente foi para quase 100%. Então tinha uns 4% das pessoas mais rebeldes que entenderam a importância da vacina agora”, disse.

O prefeito explicou ainda que o passaporte visa proteger a sociedade, que em meio a pandemia o interesse coletivo deve ser tratado como prioridade e criticou quem é contra a exigência de comprovação de vacinação.

Para as pessoas menos inteligentes, com menos neurônios, que são contra a vacina, que acham que a terra é plana, que é tudo uma conspiração comunista, entendam que nosso objetivo é justamente permitir que a cidade volte a sua vida normal, que a atividade econômica volte, que as pessoas possam ter o mínimo de convívio”, afirmou.

Vacinação no município

A cidade do Rio de Janeiro atingiu nesta segunda-feira (20/09), cerca de 8 meses depois de dar início ao processo de vacinação contra a Covid-19, 99% de sua população adulta imunizada contra a doença com a primeira dose (D1) ou dose única. 

Vale ressaltar que, ao todo, cerca de 8,6 milhões de vacinas contra o Coronavírus foram aplicadas na capital fluminense até então, sendo 5,3 milhões de D1. Ainda no município, aproximadamente 62% dos adultos já foram imunizados com duas doses ou dose única.

Já em relação especificamente aos idosos cariocas, mais de 23 mil já receberam a dose de reforço (DR), que começou a ser aplicada neste mês de setembro.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui